K-pop

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de K-Pop)
Ir para: navegação, pesquisa
K-pop Coreia do Sul
Origens estilísticas Rhythm and bluesJazzFolkDanceClássicoRock and rollR&B
Contexto cultural Nominalmente nos anos 1990; traçando as raízes dos anos 1960.
Instrumentos típicos VocalRapDrum machine, Drum pad • BateriaBaixo elétricoTecladosPianoSamplerSequencer, SintetizadorVocoder, Auto-tune • Uso ocasional de vários outros instrumentos
Popularidade Contínua na Coreia do Sul.
Subgêneros
Bubblegum popDance-pop • Operatic pop • Power popSoundtrackSynthpopSpace age popSunshine pop • Traditional pop • Teen pop
Gêneros de fusão
Pop Rap, Pop Rock, Pop Punk, Country Pop e Operatic Pop
Formas regionais
Cidade de Seul
Outros tópicos
C-popJ-pop

K-pop (em coreano: 가요, kayo [1] ) (uma abreviação de música pop coreana ou música popular coreana [1] ) é um gênero musical consistindo de dança, música eletrônica, electropop, hip hop, rock e R&B originários da Coreia do Sul.[1] [2] [3] [4] [5] Além da música, K-pop cresceu em uma subcultura popular entre os adolescentes e adultos jovens em todo o mundo.[6] Embora em um âmbito maior K-pop pode incluir outros gêneros de "música popular" dentro da Coreia do Sul, fora do país, o termo é mais comumente usado para canções cantadas por ídolos teen do país, com músicas que abrangem principalmente os estilos que vão de dance music, eletrônica, rap, hip-hop, e gêneros de R&B.[7] A partir de 1992, o rap se tornou muito popular no país devido à Seo Taiji & Boys, que é visto como o início K-pop moderno.[7] Gêneros como balada e rock ainda são populares hoje, no entanto, o termo pode ser discutível.

Com o surgimento das redes sociais durante a segunda metade da década 2000, a capacidade do K-pop cresceu e atingiu um público anteriormente inacessível através da Internet e está levando a uma mudança na exposição e popularidade do gênero.[8] A onda coreana espalhou o K-pop para o Pacífico, Américas, Eurásia e África do Norte.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Visualizações no YouTube[editar | editar código-fonte]

Dos 2,28 bilhões em todo o mundo das visualizações K-pop no YouTube em 2011, 240 milhões vieram dos Estados Unidos, que foi mais que o dobro de 2010 (94 milhões).[9]

Lista dos vídeos de K-pop mais vistos no YouTube
Posição Artista Título Ano Notas Visualizações
1 Psy "Gangnam Style" 2012 2.049.329.214 
2 Psy "Gentleman" 2013 715.545.556  
3 Psy feat. Hyuna "Oppa Is Just My Style" 2012 498.053.756  
4 Girls' Generation "Gee" 2009 123.487.116  
5 Big Bang (banda) "Fantastic Baby" 2012 111.759.373  
5 Psy "Hangover" 2014 107.578.657
7 Girls' Generation "I Got a Boy" 2013 100.164.824 
8 Girls' Generation "The Boys" 2011 96.020.449
9 2NE1 "I Am the Best" 2011 95.183.347 
10 Girls' Generation "Mr. Taxi" (Dance Ver.) 2011 Versão em Japonês 90.653.749
11 Super Junior "Mr. Simple" 2011 78.768.387
12 Hyuna "Bubble Pop" 2011 76.053.942
13 Girls' Generation "Oh!" 2010 74.090.695 
14 F(x) (banda) "Electric Shock" 2012 62.525.399
15 Wonder Girls "Nobody" 2008 Live at M! Countdown 62.246.735
16 Girls' Generation "Run Devil Run" 2010 58.074.663
17 Super Junior "Bonamana" 2010 57.481.795
18 Kara (banda) "Step" 2011 53.626.947
19 Shinee "Lucifer" 2010 52.766.657
20 Super Junior "Sorry, Sorry" 2009 50.837.883

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Holden, Todd Joseph Miles; Scrase, Timothy J.. Medi@sia: global media/tion in and out of context. [S.l.]: Taylor & Francis, 2006. p. 144. ISBN 978-0-415-37155-1 Página visitada em 5 December 2011.
  2. Jung, Sun. Korean masculinities and transcultural consumption: Yonsama, Rain, Oldboy, K-Pop idols. [S.l.]: Hong Kong University Press, 2011. p. 5. ISBN 978-988-8028-66-5 Página visitada em 5 December 2011.
  3. Hartong, Jan Laurens. Musical terms worldwide: a companion for the musical explorer. [S.l.]: Semar Publishers, 2006. p. 15. ISBN 978-88-7778-090-4 Página visitada em 5 December 2011.
  4. Kim, Myung Oak; Jaffe, Sam. The new Korea: an inside look at South Korea's economic rise. [S.l.]: AMACOM Div American Mgmt Assn, 2010. p. 169. ISBN 978-0-8144-1489-7 Página visitada em 5 December 2011.
  5. "허영생 "허영생은 발라드라는 고정관념 깨고파"", 15 May 2011. Página visitada em 4 December 2011. (em Korean) “Young Saeng: Se mencionado sobre Heo Young Saeng, as pessoas tendem a pensar sobre baladas.”
  6. Donald MacIntyre. "Flying Too High?", TIME Magazine, 2002-07-29. Página visitada em 2012-07-03.
  7. a b K-Pop. Doosan Encyclopedia. Naver. Página visitada em 11 March 2012.
  8. Yoon, Lina. (2010-08-26) K-Pop Online: Korean Stars Go Global with Social Media. TIME. Retrieved on 2011-02-20.
  9. Kim Yoon-mi. "K-pop's SNS explosion". Página visitada em 30 August 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.