KV20

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
KV20
Tumba de Hatchepsut e Tutmés I
Localização Vale dos Reis, no fim de uma ramificação, atrás da KV19 e da KV43
Extensão total 210.32 m [1]
Área total 513.29 [1]
Descoberta em Aberta desde a antigüidade
Escavada por James Burton (1825), Howard Carter (1903-04) [1]

A tumba KV20 (acrônimo de "King's Valley #20"), no Vale dos Reis, foi possivelmente a primeira tumba a ser construída no vale. Era originalmente a tumba da Hatchepsut e de seu pai Tutmés I. A tumba foi notada pela expedição francesa ao Vale, por Belzoni, e então um apuramento mais profundo foi tentado por James Burton em 1928. Entretanto, a tumba foi totalmente escavada primeiramente em 1903 por Howard Carter.

A tumba é um único plano, que vai girando e descendo dentro da montanha mais de 200 metros (veja no site abaixo), da entrada até a câmara do sarcófago a tumba desce noventa e sete metros abaixo da superfície. O corpo de Tutmés I foi movido para a KV38 e o da Hatchepsut não tinha sido identificado até junho de 2007 quando uma das duas múmias femininas da tumba KV60 foi testada por DNA pelo chefe de antigüidades egípcias, Zahi Hawass.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Theban Mapping Project (em inglês). Visitado em 2008-09-3.
  • Reeves, N & Wilkinson, R.H. The Complete Valley of the Kings, 1996, Thames and Hudson, London.
  • Siliotti, A. Guide to the Valley of the Kings and to the Theban Necropolises and Temples, 1996, A.A. Gaddis, Cairo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Egiptologia é um esboço relacionado ao Antigo Egito. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.