Kang, o Conquistador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Kang, o Conquistador
Placeholder male superhero c.png

Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Primeira aparição como Rama-Tut:
Fantastic Four #19 (outubro de 1963)
como Kang:
Avengers #8 (setembro de. 1964)
Criado por Stan Lee
Jack Kirby
Características do personagem
Alter ego Nathaniel Richards
Codinomes conhecidos Rapaz de Ferro
Rama-Tut
Victor Timely
Scarlet Centurion
Immortus
Habilidades Alto nível de inteligência;
Perito em táticas e estratégias;
Mestre em combate armado e desarmado;
Acesso a avançada tecnologia;
Envelhecimento brando
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Kang, o Conquistador (Kang the Conqueror) é um dos personagens do Universo Marvel. Suposto descendente de Nathaniel Richards, pai de Reed Richards, ele também pode ser considerado uma das contrapartes futuras do líder do Quarteto Fantástico, embora haja especulações de que na verdade ele seja parente do Doutor Destino, como sugerido em uma de suas primeiras histórias. Inimigo dos Vingadores e do Quarteto Fantástico. Ele também é um déspota temporal. Sua versão jovem se tornou o Rapaz de Ferro, dos Jovens Vingadores.

História[editar | editar código-fonte]

Quarteto Fantástico[editar | editar código-fonte]

A história de Kang começa em uma Terra alternativa do futuro, diferente da Terra 616, lar dos super-heróis Marvel originais. Identificada como Terra alternativa 6311, com uma história na qual não houve a Idade Média. Assim, o pouso na Lua teria ocorrido em meados do ano 900 d.c., mil anos antes do que o ocorrido na Terra 616. Mas essa conquista resultou em uma grande guerra da colônia lunar com os habitantes da Terra, que acabou na desintegração da Lua e a regressão da Humanidade a um longo período primitivo. Foi essa situação caótica que o pai de Reed Richards, Nathaniel Richards, encontrou ao chegar ao planeta no ano 3025 de sua história. Determinado a ajudar o planeta a voltar ao período de paz, ele usou seu conhecimento científico nessa empreitada, mas foi enganado pelos habitantes, que não queriam a paz mas prolongar as guerras com as diversas tribos. Ficou conhecido como o Senhor da Guerra até que o Quarteto Fantástico o encontrasse e o levasse de volta ao passado, após garantir o restabelecimento da paz que tanto desejava Nathaniel.

O ser que se tornaria Kang encontrou o aparato cientíco deixado por Nathaniel e construiu uma máquina do tempo em forma de Esfinge, retornando ao antigo Egito, onde adotou o nome de faraó Rama-Tut. Seu reinado terminou quando o Quarteto Fantástico viajou no tempo usando a máquina do tempo do Doutor Destino, e o derrotou, forçando-o a retornar a seu tempo. Nessa viagem ele encontrou acidentalmente o Doutor Destino (consequência de um fenômeno chamado de Tempestade Temporal), que o inspirou a adotar uma armadura parecida. Inicialmente ele se tornou o Centurião Escarlate e enganou os Vingadores da Terra 689, mas foi vencido pelos Vingadores da Terra 616. Esse evento fez com que surgissem diversas realidades alternativas, nas quais o Centurião Escarlate enfrentou o Esquadrão Supremo e os X-Men. Depois disso ele passou a se chamar de Kang, o Conquistador.

Os Vingadores[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira história, Kang veio ao século XX para se defrontar com os Vingadores e conquistar a sua época. Ao longo das décadas, suas batalhas são inúmeras contra os maiores heróis da Terra.

Depois de criar a armadura de Kang, o vilão chegou a 1000 anos do seu futuro, onde conheceu Ravonna, por quem dedicou grande amor, que rivalizava com a sua sede de conquista e o ódio aos Vingadores. Rechaçado pela moça, Kang buscou distração retornando ao passado, onde em meados de 1900 d.c., ele adotou a identidade de Victor Timmely Jr., inventor e prefeito da cidade de Timely. A cidade era também um portal para a Cronópolis, sua base na qual reuniu um grande exército, que chamava de Acronautas. A tecnologia robótica que usou em Timely, chegou ao conhecimento de Phineas Norton, o futuro criador do Tocha Humana Original. Voltaria ainda a determinadas épocas, se confrontando com o Coisa e o Tocha Humana na lendária Camelot; e apareceria no casamento de Reed Richards com Sue Storm. Mas tentando conquistar Ravonna, Kang traz os Vingadores para o século 40, tentando derrotá-los na frente de sua amada. Na luta que se segue, Ravonna se coloca na frente de um disparo dirigido ao vilão, e aparentemente morre. Kang a coloca em uma redoma de vidro, e na tentativa de revivê-la aceita entrar num jogo com o Grão-Mestre (um dos Anciôes do Universo), aliando-se aos Vingadores para enfrentar o Esquadrão Sinistro (base do futuro Esquadrão Supremo) e os Invasores. Mas quando tem a opção de reviver Ravonna ele prefere usar o poder que lhe foi dado pelo ancião para matar o Vingadores. Que se salvam graças a intervenção do Cavaleiro Negro (Dane Withiman). O Grão-Mestre acabou revivendo Ravonna, substituindo o corpo que estava com Kang por uma cópia.

Inúmeras vezes Kang usou seu conhecimento de robótica para enfrentar os Vingadores: tentou enganá-los com uma cópia do Homem-Aranha, e usou uma versão de si mesmo para envolver os Vingadores em uma guerra contra Zarkko, o Homem do Amanhã (inimigo do Thor). Também criou o Homem Crescente, outro inimigo de Thor. Mas uma das maiores batalhas com seus inimigos do século XX ocorreu quando Kang descobriu que um ser conhecido por Madona Celestial estava destinado a gerar o ser mais poderoso do universo (o Messias Celestial). Determinado a tornar-se pai desse ser, ele procurou a Madona, acreditando que ela seria uma das heroinas filiadas aos Vingadores: Mântis ou Feiticeira Escarlate; ou a idosa feiticeira Ágatha Harkness. Embora descobrisse enfim que a Madona era Mântis, Kang não conseguiu realizar seu plano. Inconformado, ele tentou matar a heroína, mas acabou atingindo o Espadachim, que morreu. Depois disso ele foi arremessado para o Limbo pelo ser conhecido como Immortus. Esse ser era na verdade outra contraparte de Kang, a futura, enquanto Rama-Tut era a contraparte do passado. Utilizando o equipamento de Immortus, Kang descobriu suas inúmeras contrapartes das Terras alternativas. Tentando voltar a ser o único Kang, o vilão criou o Conselho de Kangs, para que os mesmos o ajudassem a eliminar suas duplicatas.

Durante a saga Vingadores Eternamente, Kang aliou-se aos Vingadores numa luta contra Immortus, determinado a derrotar sua versão futura. Na batalha que se segue ele consegue criar uma nova linha temporal na qual não se tornará Immortus e parte para outras aventuras.

  • Fonte: baseadas em trechos das informações de Jeff Christansen, traduzidas e publicadas na revista Grandes Clássicos dos Vingadores # 3, Editora Panini.
Ícone de esboço Este artigo sobre Banda desenhada da Marvel Comics é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.