Karasumi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ovas de tainha preparadas em Taiwan, secando ao ar livre. As veias são extraídas das ovas, que são posteriormente prensadas, desidratas e salgadas até que a textura e a consistência desejável seja obtida.

Karasumi (em japonês: カラスミ (鱲子), romaji: karasumi; em chinês: 烏魚子, pinyin: wūyúzi; POJ: o͘-hî-chí) é um alimento feito ao se salgar as ovas de tainha, prensá-las e secá-las[1] (geralmente à luz do sol). Uma teoria sugere que o seu nome vem de sua semelhança com os blocos de sumi (bastão de tinta), importados da China (Kara).[2] [3] O karasumi é uma iguaria de preços elevados, geralmente consumida enquanto se bebe saquê.

É uma especialidade de Nagasáqui, e, juntamente com o uni (ovas de ouriço-do-mar salgadas) e o konowata forma os "três chinmi do Japão". A cidade de Tungkang, em Taiwan, também se especializou na iguaria.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Philip Harper, Haruo Matsuzaki. The Book of Sake: A Connoisseurs Guide. Ed. Ilustrada. Kodansha International, 2006. ISBN 4770029985, 9784770029980.
  2. The East, Volume 40. East Publications, 2004.
  3. Sanmi Sasaki, Shaun McCabe, Satoko Iwasaki. Chadō: the way of tea : a Japanese tea master's almanac. trad. para o inglês de Shaun McCabe, Satoko Iwasaki, ed. ilustr. Tuttle Publishing, 2001. ISBN 0804832722, 9780804832724.
Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.