Karen Carpenter (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Karen Carpenter
Álbum de estúdio de Karen Carpenter
Lançamento 8 de outubro de 1996
Gravação 1979-1980
Gênero(s) pop
Formato(s) CD
Gravadora(s) A&M Records
Produção Phil Ramone

Karen Carpenter é um CD solo epônimo lançado pela A&M Records em 1996. Todas as canções deste álbum foram gravadas em Nova Iorque, nas sessões feitas pelo produtor Phil Ramone entre 1979 e 1980. Durante esse tempo, Karen estava em terapia para tratar sua anorexia nervosa. Algumas das canções incluídas neste álbum foram lançadas na coletânea Lovelines em 1989. Na capa do álbum, Karen dedicou seu álbum solo ao irmão e parceiro profissional escrevendo, "Dedicado ao meu irmão Richard de todo o meu coração".[1]

O texto do álbum também inclui comentários de Richard Carpenter e do produtor Phil Ramone, com Richard explicando a razão pela qual o álbum não foi lançado e sua decisão de fazê-lo tal como Karen o aprovara.

Após completar as gravações, Karen o apresentou aos executivos da A&M Records e a seu irmão Richard. A recepção foi negativa: Karen disse ter ficado tão desgostosa que optou (contra a sua vontade) em não lançar o álbum.[2]

O documentário sobre a vida de Karen, feito pelo canal E!, E! True Hollywood Story - Karen Carpenter afirma que o álbum não foi vendido em 1980 porque Herb Alpert considerou o álbum "inlançável". Não obstante, Quincy Jones tentou argumentar com Derek Green, vice-presidente da A&M Records, em favor do lançamento do álbum, mas Alpert, Green e Jerry Moss disseram que o álbum tinha de ser cancelado. Ramone também se lembra que Karen caiu em pranto. O álbum em si custou US$400.000,00 a Karen. Esse valor foi cobrado nos royalties dos álbuns supervenientes dos Carpenters, algo que aborreceu Karen ainda mais.

Outra curiosidade sobre este álbum solo foi o fato de Karen ter chamado Ramone em 3 de fevereiro de 1983 e durante a conversa a questão do álbum ter vindo à pauta. Karen perguntou a Ramone se ela poderia usar o palavrão começado com "f".[3] Ele disse que sim. Karen então declarou: "Aquele álbum é muito bom!".[4] Na manhã seguinte, ela morreu.[5]

O álbum permaneceu inédito até 1996 - treze anos após a morte de Karen. As canções do álbum permaneceram da forma que Karen desejava que elas fossem mixadas. Muitos fãs creem que o álbum devia ter sido lançado em 1980, por ser um trabalho de qualidade e conter parte do melhor trabalho que Karen fez em sua carreira. Os mesmos fãs discordam completamente da opinião negativa dos executivos da A&M Records e de Richard Carpenter sobre o álbum. O álbum de Karen já não é mais produzido nos Estados Unidos, embora seja possível comprar versões usadas na Amazon.com por preços razoáveis[6] ou ser importado do Japão a um preço mais alto..[7]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

  1. Lovelines 5:06 (Rod Temperton)[A]
  2. All Because Of You 3:31 (Russell Javors)
  3. If I Had You 3:54 (Stephen Dorff, Gary Harju, Larry Herbstritt)[A]
  4. Making Love In The Afternoon 3:57 (Peter Cetera)
  5. If We Try 3:47 (Rod Temperton)[A]
  6. Remember When Lovin' Took All Night 3:50 (John Farrar, Molly Ann Leiken)[A]
  7. Still In Love With You - 3:15 (Russell Javors)
  8. My Body Keeps Changing My Mind - 3:46 (Leslie Pearl)
  9. Make Believe It's Your First Time - 3:12 (Bob Morrison, Johnny Wilson)[B]
  10. Guess I Just Lost My Head - 3:36 (Rob Mounsey)
  11. Still Crazy After All These Years - 4:17 (Paul Simon)
  12. Last One Singin' The Blues 3:24 - (Peter McCann)
  • A Lançadas originalmente no álbum Lovelines, de 1989.
  • B Música com arranjo diferente da versão lançada no álbum Voice of the Heart, de 1983.

Lista de faixas não lançadas[editar | editar código-fonte]

  1. Love Makin' Love To You - 3:34
  2. Something's Missing (In My Life) (Paul Jabara) - 4:49
  3. Keep My Lovelight Burning - 3:18
  4. I Do It For Your Love - 3:44
  5. Midnight - 4:16
  6. It's Really You (It's really Me) - 3:21
  7. Jimmy Mack - 3:36
  8. Truly You - 3:18
  9. Don't Try to Win Me Back Again - 4:46
  10. Church Choir - duração desconhecida
  11. Basket Case - duração desconhecida

Todas as faixas lançadas circulam pela internet com exceção de Church Choir e Basket Case. Something's Missing (In My Life) foi gravada num dueto de Paul Jabara e Donna Summer

Referências

  1. Karen Carpenter. Lovelines Album Liner Notes. 1989.
  2. Coleman, Ray. The Carpenters: The Untold Story. 1994.
  3. O palavrão em questão era fuck(ing).
  4. Em inglês, That album is fucking great!
  5. The Carpenters The Untold Story by Ray Coleman pages 271 through 277.
  6. http://www.amazon.com/Karen-Carpenter/dp/B000002G64/ref=sr_1_1?ie=UTF8&s=music&qid=1233819855&sr=1-1
  7. http://www.amazon.com/Karen-Carpenter/dp/B00007KKX4/