Karl Hofer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Selo postal de homenagem a Karl Hofer.

Karl Hofer (Karlsruhe, 11 de outubro de 1878Berlim, 3 de abril de 1955) foi um pintor expressionista alemão, adscrito à Nova Objetividade.

Iniciado num certo classicismo próximo a Hans von Marées, estudou em Roma e Paris.

Em Paris surpreendeu-o a Primeira Guerra Mundial e foi feito prisioneiro durante três anos, fato que marcou profundamente o desenvolvimento da sua obra, com figuras atormentadas, de gestos vacilantes, em atitude estática, enquadradas em designs claros, de cores frias e pincelada pulcra e impessoal. As suas figuras são solitárias, de aspecto pensativo, melancólico, denunciando a hipocrisia e a loucura da vida moderna (O casal, 1925; Homens com tochas, 1925; O quarto preto, 1930).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Hamilton, George Heard. Pintura y escultura en Europa, 1880-1940. [S.l.]: Cátedra, Madrid, 1997. ISBN 84-376-0230-0

Referências

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em espanhol, cujo título é «Karl Hofer».