Karl May

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Karl May

Karl Friedrich May ou simplesmente Karl May (Hohenstein-Ernsthal, 25 de fevereiro de 1842 - Radebeul, 30 de Março de 1921), foi um escritor alemão.

Ele era o quinto entre quatorze filhos de um pobre tecelão, e conheceu a miséria e o sofrimento nos primeiros anos de vida. Foi mestre-escola perto de Dresden. Encontrou depois a sua vocação escrevendo livros de viagens e aventuras no Oriente e na América do Norte e América do Sul, inspirados em Cooper, Júlio Verne e outros autores. Estudara diversas línguas orientais e dialetos dos índios americanos, o que, aliado aos seus amplos conhecimentos de geografia e ao abundante material colhido nas viagens que realizou, lhe permitiu dar o colorido próprio às peripécias e incidentes que sua fértil imaginação criava. Em seus últimos anos, o romancista se viu envolvido em vários processos. Muita gente recusava-se a crer que Karl May não tivesse vivido realmente os sucessos que narrou com tanto vigor e verdade em suas obras, donde a ideia de que o autor fosse realmente salteador, bandoleiro, embusteiro, etc. Ao morrer, deixou instituída por testamento a "Fundação Karl May", destinada a auxiliar escritores e jornalistas pobres ou doentes. Não esquecera a miséria, as privações que havia sofrido na infância e na juventude e, num gesto de altruísmo, quis empregar parte dos haveres que ganhara com sua pena para livrar dos mesmos sofrimentos os homens das letras. Vendeu 75 milhões de livros somente na Alemanha, e foi traduzido para quase 100 países.

Obras[editar | editar código-fonte]

É um dos mais vendidos escritores alemães da história. Vendeu somente na Alemanha 75 milhões (era o autor preferido de Hitler [1] ), sendo que 200 milhões foram vendidos em todo o mundo. De seus personagens, se destaca "Mão de Ferro", devido as suas habilidades com os punhos e que narra suas próprias aventuras, e "Mão de Fogo", devido as habilidades no manejo das armas. Hoje suas obras não são tão procuradas, mas no Brasil ainda existe um pequeno grupo de admiradores da obra de Karl May.

  • Winnetou I
  • Winnetou II
  • Winnetou III
  • A vingança de Winnetou I
  • Através do Deserto
  • Pelo Curdistão Bravio
  • De Bagdá a Istambul
  • Nos Desfiladeiros dos Balcãs
  • Na Região dos Bandoleiros
  • Na terra de Mahdi I II
  • O Chefe da Quadrilha
  • Laranjas e Tâmaras
  • No Oceano Pacífico
  • Aventuras no Rio da Prata
  • Old Surehand I
  • Old Surehand II
  • Percorrendo as Cordilheiras
  • Judas e Satanas I
  • Judas e Satanas II
  • Judas e Satanas III
  • Viagens, Caçadas e Explorações
  • O Testamento do Inca
  • O rei do petróleo
  • O tesouro do lago de prata
  • Caravana de escravos

Notas e Referências

  1. Peter Cohen, Architecture of Doom, Suécia, 1989

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Karl May