Karl Weierstrass

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Karl Weierstraß
Matemática
Nacionalidade Alemanha Alemão
Residência  Alemanha
Nascimento 31 de Outubro de 1815
Local Ostenfelde, Ennigerloh, Reino da Prússia
Morte 19 de Fevereiro de 1897 (81 anos)
Local Berlim, Reino da Prússia
Atividade
Campo(s) Matemática
Instituições Universidade Técnica de Berlim
Alma mater Universidade de Bonn, Universidade de Münster
Tese 1854:
Orientador(es) Christoph Gudermann[1]
Orientado(s) Heinrich Bruns, Nikolai Bugaev, Georg Cantor, Ferdinand Georg Frobenius, Lazarus Immanuel Fuchs, Georg Hettner, Edmund Husserl, Ludwig Kiepert, Wilhelm Killing, Leo Königsberger, Sofia Kovalevskaya, Emil Lampe, Matyáš Lerch, Reinhold von Lilienthal, Hans Carl Friedrich von Mangoldt, Felix Müller, Eugen Netto, Adolf Piltz, Ferdinand Rudio, Carl Runge, Hermann Amandus Schwarz, Friedrich Schottky, Arthur Moritz Schönflies, Friedrich Schur, Ludwig Stickelberger, Ernst Eduard Wiltheiss
Conhecido(a) por Teorema de Stone-Weierstrass, teorema de Bolzano-Weierstrass, teste M de Weierstrass, função de Weierstrass, Teorema de Lindemann–Weierstrass
Prêmio(s) Medalha Cothenius (1887), Medalha Copley (1895)

Karl Wilhelm Theodor Weierstraß, mais conhecido como Karl Weierstrass, (Ostenfelde (próximo de Ennigerloh), 31 de Outubro de 1815Berlim, 19 de Fevereiro de 1897) foi um matemático alemão, professor na Universidade de Berlim.

Vida e carreira[editar | editar código-fonte]

Filho de um oficial alfandegário, quando jovem demonstrou habilidade em línguas e no trato com os números. Porém, por influência do pai, ingressou em um programa de leis e comércio da Universidade de Bonn, mas, para desgosto da família, concentrou-se mais na esgrima e na cerveja do que nos estudos, e retornou para casa, quatro anos mais tarde, sem nenhum diploma.

Em 1839, Weierstrass entrou para a Academia de Münster, com o objetivo de obter um título em educação secundária. Lá conheceu o matemático Christoph Gudermann, por quem foi orientado. As ideias de Gudermann influenciaram muito seu trabalho. Nos 15 anos seguintes à sua formatura, ensinou alemão, caligrafia, geografia e matemática em uma escola secundária. Por ser um professor secundário, muito do seu trabalho foi ignorado.

Somente em 1854 publicou um artigo de maior importância, o que lhe deu, da noite para o dia, fama matemática internacional. No mesmo ano recebeu, da Universidade de Königsberg, um título de doutor honorário, e, em 1856, na Universidade de Berlim, teve início sua carreira como professor universitário.

Em 1860 apresentou a primeira fórmula para uma função contínua que não fosse derivável em nenhum ponto, fortalecendo as teorias que o matemático da boêmia Bernhard Bolzano desenvolveu em 1834, quando apresentou uma destas funções.

Seu trabalho forneceu as bases da teoria das funções analíticas. Weierstrass foi um pioneiro da moderna análise matemática e mentor da matemática Sofia Kovalevskaya. Dentre seus mais brilhantes seguidores destaca-se também Georg Cantor e Edmund Husserl.

Criador do conceito de limite de uma função.

Ficheiro:Weierstrass-Grab.jpg
Sepultura de Weierstrass em Berlim

Obras[editar | editar código-fonte]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Cálculo, um novo horizonte V.1 - Howard Anton

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Edward Frankland
Medalha Copley
1895
Sucedido por
Karl Gegenbaur


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons