Katyń (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Katyn
Katyn (BR)
 Polónia
2007 • Cor • 118 min 
Direção Andrzej Wajda
Produção Michal Kwiecinski
Coprodução Dominique Lesage
Dariusz Wieromiejczyk
Produção executiva Michal Kwiecinski
Katarzyna Fukacz-Cebula
Roteiro Andrzej Wajda
Przemyslaw Nowakowski
Wladyslaw Pasikowski
Elenco Andrzej Chyra
Maja Ostaszewska
Artur Zmijewski
Danuta Stenka
Género Drama
Idioma Polonês
Russo
Música Krzysztof Penderecki
Direção de arte Marek Kukalski
Ryszard Melliwa
Direção de fotografia Pawel Edelman
Figurino Magdalena Biedrzycka
Edição Milenia Fiedler
Rafal Listopad
Página no IMDb (em inglês)

Katyn (pronúncia em polonês: katɨɲ) é um filme polonês de 2007 dirigido Andrzej Wajda, baseado no livro "Post Mortem:Katyn" de Andrzej Mularczyk que trata do massacre de Katyn ocorrido em 1940.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme inicia-se em 17 de setembro de 1939 já após a Invasão da Polônia, quando Ana e sua filha Nika partem de Cracóvia para se encontrar com o marido oficial polonês Andrzej. Este encontra-se prisioneiro na parte da Polônia invadida pelas tropas soviéticas e registra seu cotidiano num diário. O pai de Andrzej, Jan, reitor da Universidade de Cracóvia foi preso com todos os professores pelos ocupantes alemães.

Em 1943 os alemães anunciam os nomes dos oficiais poloneses mortos, supostamente pelas tropas soviéticas, e Andrzej consta como desaparecido. Após a libertação de Cracóvia dos alemães, o dado como morto tenente Jerzy, companheiro de infortúnio de Andrzej, e agora alto oficial do governo comunista, surge para revelar a Ana houve um engano na identificação entre ele e seu marido. Os soviéticos logo impõem sua versão do massacre de Katyn acusando os alemães. Ressentimento de familiares dos mortos no pós-guerra na Polônia comunista.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Discurso de projeção antes de Riga
  • Andrzej Chyra...... Tenente Jerzy
  • Artur Zmijewski...... oficial Andrzej
  • Maja Ostaszewska...... Anna, esposa de Andrzej
  • Danuta Stenka...... Roza, esposa do General
  • Jan Englert...... General
  • Magdalena Cielecka...... Agnieszka, irmã de Piotr
  • Agnieszka Glinska...... Irena, irmã de Piotr
  • Pawel Malaszynski...... Tentente Piotr
  • Maja Komorowska...... mãe de Andrzej
  • Wladyslaw Kowalski...... pai de Andrzej
  • Wiktoria Gąsiewska...... Nika, filha de Anna e Andrzej
  • Agnieszka Kawiorska...... Ewa, filha do General e Roza
  • Stanislawa Celinska...... Stasia, empregada de Roza
  • Antoni Pawlicki...... Tadeusz

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Melhor filme de 2007 da Academia Polonesa e foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro do mesmo ano.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]