Kazuyoshi Miura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kazu
Kazu Miura at Matsuda tribute match 20120122.jpg
Informações pessoais
Nome completo Kazuyoshi Miura
Data de nasc. 26 de Fevereiro de 1967 (47 anos)
Local de nasc. Shizuoka,  Japão
Altura 1,77 m
Apelido Kazu
Informações profissionais
Clube atual Japão Yokohama FC
Número 11
Posição Meia-atacante
Clubes de juventude
1973–1979
1979–1982
1982
1982–1986
Japão Jonai F.C.
Japão Jonai Jr. H.S.
Japão Shizuoka Gakuen H.S.
Brasil Juventus
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1986
1986
1986
1987
1987–1988
1989
1990
1990–1992
1993–1994
1994–1995
1995–1998
1999
1999–2000
2001–2005
2005-
2005
Brasil Santos
Brasil Palmeiras (emp.)
Brasil Matsubara
Brasil CRB
Brasil XV de Jaú
Brasil Coritiba
Brasil Santos
Japão Yomiuri
Japão Verdy Kawasaki
Itália Genoa
Japão Verdy Kawasaki
Croácia Croatia Zagreb
Japão Kyoto Purple Sanga
Japão Vissel Kobe
Japão Yokohama FC
Austrália Sydney FC (emp.)
 ? (?)
? (?)
? (?)
? (?)
? (?)
21 (2)
? (?)
39 (9)
58 (36)
21 (1)
95 (55)
12 (0)
41 (21)
103 (24)
149 (18)
4 (2)
Seleção nacional
1990–2000
2012
Flag of Japan.svg Japão
Japão Japão (Futsal)
91 (56)

Kazuyoshi Miura (三浦 知良 - Miura Kazuyoshi - Shizuoka, 26 de Fevereiro de 1967), mais conhecido por Kazu, é um futebolista japonês. Atualmente, ele está jogando Futsal, e disputou a copa do mundo de futsal de 2012, na Tailândia[1] [2] .

Carreira[editar | editar código-fonte]

Kazu deixou o Japão em 1982 para fazer testes nas categorias de base do Juventus, profissionalizando-se aos 18 anos, em 1986 - antes, firmara um contrato amador com o Moleque Travesso.

No Santos, Kazu se tornaria o primeiro japonês a jogar no Brasil, sendo cedido ao Palmeiras - quando o Verdão fazia uma turnê de amistosos no Japão - e ao Matsubara, ambos no mesmo ano de 1986.

Em 1987, continuava ganhando as manchetes ao ser o primeiro jogador asiático a defender um clube nordestino, neste caso o CRB de Alagoas. Passaria também por XV de Jaú e Coritiba, sendo que no clube paulista marcou seu primeiro gol como profissional, e no paranaense conquistou seu primeiro título, o estadual de 1989 ao lado de Osvaldo, Carlos Alberto Dias, Serginho, Tostão e Chicão, além do técnico Edu Coimbra.

De volta ao Santos em 1990, encerraria o ciclo no Brasil no mesmo ano, e regressou ao Japão para defender o Yomiuri (atual Tokyo Verdy), que pouco tempo depois se tornaria Verdy Kawasaki.

Atuaria também por Genoa, Croatia Zagreb, Kyoto Purple Sanga e Vissel Kobe até 2005, quando, aos 38 anos de idade, foi contratado pelo Yokohama FC. No final deste ano, foi emprestado ao Sydney FC da Austrália para a disputa do Mundial de Clubes.

Seleção Japonesa[editar | editar código-fonte]

Kazu estreou pela Seleção Japonesa em 1990, disputando três partidas naquele ano. Seu primeiro gol foi marcado em 1992, contra a Coreia do Norte. O primeiro título dele com os Samurais foi a Copa da Ásia de 1992.

Kazu esteve a um passo de disputar a Copa de 1994, e a vaga era considerada certa por todos os japoneses - o meia-atacante chegou a marcar 16 gols, 14 somente pelas Eliminatórias - seus companheiros seguravam o 2 a 1 até o final do jogo contra o Iraque, quando Jaffar Salman marcou o gol que decretou a eliminação japonesa.

Para vingar a eliminação em 1993, Kazu e seus companheiros decidiram não bobearem. O meia-atacante marcou oito gols contra Macau e dois contra o Nepal.

A convocação de Kazu era tida como certa pelos japoneses, mas o técnico Takeshi Okada inexplicavelmente excluiu o ídolo da lista final de convocados, preferindo convocar o jovem Shinji Ono. Sua exclusão causou espanto e revolta entre os fãs.

Aos 33 anos, Kazu retornou à Seleção para realizar sua despedida internacional. E ele não passou em branco: marcou um gol contra Brunei e outro contra a Jamaica, tornando-se, assim, o maior artilheiro da história da Seleção Japonesa, com 56 gols - um a mais que Kunishige Kamamoto, destaque do país nos anos 60 e 70.

No ano de 2012, Kazu, aos 45 anos, se juntou à Seleção Japonesa de Futsal para disputar a Copa do Mundo de Futsal 2012 na Tailândia.

Homenagem nos games[editar | editar código-fonte]

Kazu também foi homenageado no game de SuperFamicon: Captain Tsubasa IV - Professional Rivals (baseado na obra "Captain Tsubasa", de Yoichi Takahashi) onde ele aparece como sendo um dos melhores atacantes do game.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 1993 - Melhor jogador do campeonato Japones.[3]

Referências

  1. pt.fifa.com/ O novo reinado de Kazu
  2. esportes.terra.com.br/ Ferretti paraguaio, naturalizados e Kazu; veja curiosidades do Mundial
  3. http://globoesporte.globo.com/bau-do-esporte/videos/v/bau/1771973/
Bandeira de JapãoSoccer icon Este artigo sobre futebolistas japoneses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.