Keiichi Tsuchiya

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Keiichi Tsuchiya (30 de Janeiro, 1956) é um piloto profissional de drift do Japão. Ele também é editor de uma revista em video chamado "Best Motoring", que mostra testes de rua com carros japoneses novos, incluindo uma edição especial bimestral chamada de "Hot Version", que é focado nas perfomances dos carros modificados. Tsuchiya é conhecido como o Rei do Drift ("Drift King") ou Dori Kin pelo uso não-tradicional do drift em corridas não-drift e isto fez com que o drift se tornasse um esporte. Ele também é conhecido também por motorista de Touge (estradas de montanhas). O carro que lhe tornou famoso e que mais usou foi um Toyota AE86 Sprinter Trueno.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Keiichi Tsuchiya começou a correr desde jovem como fazem a maioria dos grandes pilotos. Enquanto aprendia a conduzir, começou a experimentar o travão de mão, deslizando a traseira do carro e girando no sentido contrário. Era divertido e ele ia aprendendo os aspectos básicos do controlo do carro. Diferente de muitos grandes pilotos de carros, ele não teve de ir para uma escola de pilotos, nem tinha uma família rica que estivesse no ramo das corridas e que pudesse nutrir os seus talentos. Nesse caso, só tinha a paixão simples por conduzir. Indo pelas estradas de montanhas da região, começou a ter senso de onde um carro precisa estar em cada curva para alcançar a máxima velocidade quando a percorresse. Mesmo não sendo uma maneira segura e esperta de aprender a correr, ele aprendeu muito correndo nas estradas de montanhas (Touge). Algumas vezes ia directo para um desfiladeiro abaixo com seu KPGC10 Skyline ou contra algum muro. A neve que havia em épocas de inverno favorecia os seus treinos em superfície soltas, colocando novamente suas habilidades no controle de carro. Quanto mais conduzia nas estradas, em diferentes pavimentos, mais ele começava a sentir tranquilidade em derrapar o carro durante uma curva. Começou a fazer drift "não porque era a maneira mais rápida de se fazer uma curva, mas porque era a mais excitante" (Keiichi Tsuchiya).

Conhecendo o Drift King (Rei do Drift) Qualquer piloto diria que: "Driftar um carro numa curva não é maneira mais rápida de fazer a maioria das curvas". Foi aí que Keiichi Tsuchiya foi coroado como o Dori Kin ou Drift King (Rei do Drift). Nas competições de drift da Option, estilo e técnica são avaliados como valores de exibição. Ultimamente as competições têm sido julgadas, como numa corrida, e configuradas para drifting em múltiplas e diversas curvas, isto é, com muito mais dificuldade. De volta a 1977, Keiichi começou a sua carreira automobilística em vários eventos amadores, como na "Fuji Freshman". Conduzindo carros fracos com pouca potência, era um caminho duro, mas novamente foi um grande aprendiz. Depois de algum tempo, Keiichi foi contratado para pilotar o Corolla GT-S AE86/1984 e foi patrocinado pela ADVAN. Durante várias corridas em curvas de downhill (descida de montanha), ele podia deslizar o carro e conseguir mais velocidade nas curvas do que os seus oponentes. Esta técnica fez dele o Rei do Drift -- mas não o que muitos acreditam, que ele foi o primeiro no cenário do drift. Conforme ele ia provando o seu estilo de condução, a sua reputação foi crescendo. Nisto, ele torna-se um piloto de corridas e o facto de continuar a correr em corridas ilegais de montanha, também fizeram a sua reputação crescer. Depois de vídeos que mostravam as suas corridas de montanha/drifting, a sua carta de condução foi suspensa! Para um piloto profissional isso foi embaraçoso. Sem saber que isso jogou a seu favor, porque os fãs e a fama começaram a expandir-se. Você pode dizer que ele é um tipo de pessoa rebelde ou porque que foi uma pessoa que veio do nada e chegou ao sucesso com determinação, mesmo não tendo nenhum passado automobilístico. Tsuchiya ainda tem um vínculo por um velho carro que cresceu a conduzir, correndo, fazendo drift e ganhando, o Toyota AE86. Pode ver-se isso na sua série de vídeos dedicadas a esse carro, chamada de Clube AE86 Toyota, pode ver-se que ele é a pessoa que mais estima o carro e, derivado a isso ofereceram-lhe um AE86 restaurado pela TRD.

Aos 47 anos, Tsuchiya anunciou a sua retirada de campeonatos profissionais. A sua última corrida foi na Japanese GT. Depois de se aposentar, ele retomou ao automobilismo e agora é um juiz oficial da D1 Grand Prix. Actualmente é director de uma equipa da SuperGT (antiga JGTC), a ARTA Team.

Ele foi o supervisor editorial da série anime de televisão, Initial D, e apareceu no episódio 23 como convidado especial. A série segue os passos do jovem Takumi Fujiwara, que se torna um astro na descida do Monte Akina, justamente com um Toyota Trueno AE86. É uma prova de respeito por esse profissional, Keiichi foi convidado a fazer uma aparição no filme The Fast and the Furious: Tokyo Drift em 2006, mas desta vez como um pescador.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]