Keiji Inafune

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A

s

Keiji Inafune
Nascimento 08 de Maio de 1965 (49 anos)
Kishiwada, Japão
Nacionalidade Japão Japonesa
Ocupação Artista, Produtor, Video game designer

Keiji Inafune (稲船 敬二, Inafune Keiji?, nascido em 8 de maio 1965) é um designer de jogos e ilustrador japonês. Ele era o ex-chefe de Pesquisa & Desenvolvimento de Negócios Online na CAPCOM, mais conhecido por ser o ilustrador e co-designer do personagem Mega Man (Rockman no Japão).[1] Ele também foi produtor das séries de jogos eletrônicos Onimusha e Dead Rising. Nos créditos da maior parte dos jogos ele usa o nome "INAFKING". Atualmente ele tem sua própria companhia, Comcept USA, responsável Mighty No. 9 e outros projetos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Nascido em Kishiwada,[2] aos 22 anos de idade ingressou na CAPCOM pouco depois de se graduar, em 1987, em busca de um emprego como um ilustrador. A sua primeira atribuição como designer gráfico foi Street Fighter (1987), e o personagem Adon foi o único totalmente desenhado por ele.[3] O jogo foi o primeiro de uma série de Jogos de luta que se tornou extremamente popular depois do lançamento de Street Fighter II em 1991. Na época, a CAPCOM focou-se na expansão do mercado doméstico de jogos eletrônicos, especialmente no Famicom da Nintendo. Antes, a maior parte dos jogos lançados para o sistema eram portados de outras plataformas.

A série Rockman[editar | editar código-fonte]

Agora esperando lucrar com o inexperiente console da Nintendo, os superiores de Inafune o direcionaram para a criação de um novo personagem chamado "Rockman". Nessa época a Capcom ainda tinha um time pequeno de artistas e desenvolvedores, então Inafune escolhido para ser um dos artistas chefe do novo projeto.

Quando ele foi desenhar para o jogo Rockman (que mais tarde foi alterado para "Mega Man" na América do Norte), Inafune desenvolveu toda a arte e design dos personagens. Devido ao pequeno grupo de pessoas no projeto, ele também construiu os personagens em forma de pixel, bem como o respectivo logotipo do jogo, design da embalagem, e do Manual de instruções. O Famicon possuía uma limitação técnica que fazia com que apenas 56 cores estivessem disponíveis para exibição, a maioria dos quais eram de tons de azul. Isso fez com que Inafune tomasse a decisão de tornar o personagem azul (como resultado, os fãs apelidaram o personagem de "o bombardeiro azul"). Os desenhos de Inafune foram fortemente influenciados pela animação Japonesa, e ele notou que tomou algumas observações de outros personagens de videogames da época, tais como Mario

No desenvolvimento do jogo, Inafune incorporou muitas referências a diversos gêneros musicais, como Rock, que é a fonte do nome japonês de "Rockman", assim como sua irmã chamada "Roll", que juntos formam o termo Rock and Roll. O primeiro jogo da série Rockman/Mega Man foi lançado em Dezembro de 1987, e as vendas de ambas as versões foram satisfatórias, mas Inafune depois percebeu que "Embora o jogo tenha vendido mas do que esperávamos, [Rockman 1] não foi um sucesso tão grande quanto mostram os números". Notando isso, os superiores da Capcom ordenaram que a equipe começasse um novo projeto chamado Professional Baseball Murder Mystery (Pro Yakyuu Satsujin Jiken), que foi lançado apenas no Japão.

Apesar disso, a equipe se sentia confiante em relação a série Rockman, e pediram permissão para construirem uma continuação para assim poderem consertar as falhas apresentadas no jogo original. A Capcom permitiu que a equipe continuasse o projeto, com o pré-requisito de que eles completassem o port de Legendary Wings para NES assim como o Professional Baseball Murder Mystery. A equipe completou os projetos, e em 24 de Dezembro de 1988 lançaram o Rockman 2, com Mega Man 2 sendo lançado na América do Norte em 1989. O projeto se provou sendo um enorme sucesso, vendendo mais que o seu antecessor. Grande parte dos fãs o consideram como sendo o melhor jogo da série Mega Man, por causa do seu valor de produção, assim como seus gráficos e trilha sonora. A Capcom percebeu que a série se provou um ótimo lucrativo, e vários ports foram construídos junto com os lançamentos anuais da série principal.

O jogo seguinte da série "clássica" foi o Mega Man 3, lançado no Japão em 28 de Setembro de 1990 e depois lançado na América do Norte em Novembro de 1990. O Inafune considera o Mega Man 3 como sendo um dos seus jogos menos favoritos da série. Em uma entrevista de Outubro de 2007 para a Nintendo Power, Inafune explicou seus motivos para isso são "...o que está dentro do jogo e o que aconteceu por trás do lançamento dele". Inafune fala também que a equipe teve que lançar o jogo antes de eles acharam que estava pronto, também durante a produção do jogo os desenvolvedores perderam o "plano mestre". Inafune conclui, "se tivéssemos tido mais tempo para poli-lo, nós poderíamos ter feito muitas coisas melhor, torna-lo um jogo melhor, mas a companhia (Capcom) disse que nós precisávamos lança-lo. Todo o ambiente por trás do desenvolvimento do jogo é o que eu menos gosto. Números um e dois – Eu realmente queria fazer os jogos; Eu estava muito excitado com isso. Número três – ele só se tornou muito diferente."

Pós-Capcom[editar | editar código-fonte]

Em 29 de outubro de 2010 Inafune anunciou em seu blog que deixaria a Capcom, no final do mês com a intenção de "começar a sua vida de novo." Inafune estava na companhia há 23 anos.

Atualmente Keiji Inafune trabalha com sua equipe empresa, a Comcept USA, em Agosto de 2013, anunciou um novo jogo com estilo retrô chamado Mighty No. 9 e para viabilizar, teve de recorrer ao site de financiamento coletivo Kickstarter, onde superou a meta de um milhão de dólares e terminando, assim, com quase 4 milhões de dólares[4] .

Referências

  1. Mega Man: Official Complete Works. [S.l.]: Udon Entertainment Corp., 23 December 2009. p. 6.
  2. Feature: Inafune On Porn, Halo and Deadly Sacred Floats. Kotaku.com (2006-10-05). Página visitada em 2010-06-02.
  3. Keiji Inafune en México. Atomix.vg (2013-04-28). Página visitada em 2013-05-02.
  4. Sucessor de 'Mega Man', 'Mighty No. 9' ganha vídeo que apresenta vilões. Portal G1 (20/03/2014).
  1. MegaMan Network (2004). Interview with Keiji Inafune. Capcom.
  2. MegaMan Neoseeker (2005). Interview with Keiji Inafune 2. Capcom.
  3. Gamespy (2005). Interview with Keiji Inafune 3. Capcom.
  4. Xbox 360 official magazine site (2005). Interview with Keiji Inafune 4. Capcom.