Ken Pounds

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ken Pounds
Física
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Nascimento 17 de novembro de 1934 (80 anos)
Local Bradford
Atividade
Campo(s) Física
Instituições Universidade de Leicester
Prêmio(s) Medalha de Ouro da RAS (1989)

Kenneth Alwyne Pounds, CBE, FRS (Bradford, 17 de novembro de 1934) é um físico britânico.

É professor emérito de física da Universidade de Leicester.

Frequentou a University College London, onde obteve o B.Sc. e o Ph.D.. Foi então para a Universidade de Leicester, como professor assistente, em 1960. Foi vice-diretor de pesquisas espaciais em 1967, sendo um dos pioneiros a usar foguetes e satélites para pesquisas no Reino Unido. Foi o primeiro diretor do Grupo de Astronomia de Raios X, em 1974. Pesquisa na área das galáxias ativas, e uma de suas principais descobertas é que buracos negros são comuns no universo.

Ken Pounds tornou-se professor de física espacial em 1973. Foi eleito chefe do Departamento de Física em 1986, e no ano seguinte decidiu fundir seu departaamento com o de astronomia, criando o atual Departamento de Física e Astonomia.

Foi membro do Science and Engineering Research Council, 1980–1984; Presidente da Royal Astronomical Society, 1990–1992; foi destacado como primeiro Chefe Executivo do recém formado Particle Physics and Astronomy Research Council, 1994–1998, seguindo a reestruturação do Research Councils. Retornou então a Leicester, como chefe do departamento até aposentar-se, em 2002.

Pounds foi eleito Membro da Royal Society em 1981, e CBE em 1984. Recebeu cinco doutorados honoris causa, sendo um destes a distinção rara de sua própria instituição, a Universidade de Leicester, em 2005.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Don Lorraine Anderson e Cornelis de Jager
Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society
1989
com Raymond Hide
Sucedido por
James Dungey e Bernard Pagel


Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.