Kenny Roberts

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kenny Roberts
Registros na MotoGP
Nacionalidade Estados Unidos Estados Unidos
Anos em atividade 1974, 1978 - 1983
Equipe(s) Yamaha
GPs 60
Títulos 500cc - 1978, 1979, 1980
Vitórias 24
Pódiums     44
Pole positions 22
Voltas mais rápidas 27
Primeiro GP GP da Holanda de 1974 - 250cc
Primeira vitória GP da Venezuela de 1978 - 250cc
Última vitória GP de San Marino de 1983 - 500cc
Último GP GP de San Marino de 1983 - 500cc

Kenneth Leroy "Kenny" Roberts (Modesto, 31 de Dezembro de 1951) é um ex-motociclista norte-americano. Se tornou o primeiro norte-americano a ser campeão das 500cc. É pai do motocliclista Kenny Roberts Junior.

História nas pistas[editar | editar código-fonte]

Kenny em 1975

Roberts fez um nome para si mesmo combatendo a dominante equipe de pista e terra da Harley-Davidson a bordo de um modelo de rua fabricado pela Yamaha, uma XS650 twin underpowered de 750CC no campeonato nacional Grand E.U, uma etapa que incluiu quatro estilos distintos. Roberts é um dos quatro pilotos na história da AMA a ganhar o AMA Grand Slam, o que representa vitórias nacionais e, categorias de uma milha, meia milha, em pista curta, TT e corrida de estrada. Ele compensou a falta de potência de sua moto com um destemido estilo de pilotagem. Este estilo foi destaque em 1975, quando competiu Roberts no Mile Indy Nacional a bordo de uma motocicleta de terra batida, uma Yamaha TZ 750 da estrada de dois tempos de corrida. Em uma moto que foi considerado sem condições para aquela pista, devido à sua excessiva potência, Roberts veio de trás dos dois tempos, e alcançou o duo da Harley-Davidson de Korky Keener e Jay Springsteen na última volta de uma das mais famosas vitórias, em pista de terra da história da American Racing.

Em 1998, Kenny Roberts foi introduzido no Motorcycle Hall of Fame.[1]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre motociclismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.