Kenpō

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Espada japonesa mostrando a lâmina manga habaki e a mão guarda tsuba


Kenpō (em japonês: 拳法; lit. lei do punho) é um termo japonês para artes marciais. É a tradução para o termo chinês Quan fa, que significa "caminho do punho" ou "lei do principio do punho". Quan fa é um termo para estilos de punho aberto chineses. "Shorinji" é a forma japonesa para Shaolin, portanto shorinji kenpo pode ser traduzido por "punhos do templo de Shaolin". Seu criador era japonês, mas aprendeu Kung-fu na China e o adaptou para o ensino aos japoneses.

Mas Kenpo pode ser o designio de uma arte marcial surgida na China[carece de fontes?]. Kenpo significa "Lei da Palma" ou "Palma de Deus". É uma arte marcial de grande força e destrutividade por usar golpes sempre dignos de muita concentração e força.

História[editar | editar código-fonte]

Começou sua difusão no início do Século XVII, quando duas famílias japonesas (Kumamoto e Nagasaki) trouxeram uma versão do kenpo chinês chamado Chuan Fa, para Kyushu no Japão, que foi mantido somente entre suas famílias e gradualmente modificado durante 200 anos até se tornar o “Kosho Ryu Kempo” ou “Old Pine Tree School”.

Em 1916 um garoto de cinco anos chamado James Mitose foi mandado de sua casa do Havaí para Kyushu no Japão para aprender uma arte marcial chamada Kosho Ryu Kempo com seu tio Choki Motubu (um graduado Sensei em Kempo). James Mitose voltou ao Havaí em 1936, para abrir sua escola Oficial Sef-Defense Club em Honolulu, como responsável em levar o Kempo para os Estados Unidos. Seus primeiros alunos a serem graduados como cinturão preto incluíam Thomas Young (quem tomou conta de sua escola), William K.S. Chow, Edmound Howe, Arthur Keawe, Jiro Naramura e Paul Yamaguchi.

Willian Chow teve quatro irmãos, e todos treinaram Jujitsu. Autoridades do Jujitsu discutem a possibilidade de que ele possa ter incorporado algumas dessas técnicas no estilo de seu Sensei J. Mitose, e não pego movimentos do Kung Fu para formar o estilo que chamava Chinese Kara-Ho Kempo Karate. Abriu-se a primeira escola em 1949 no Havaí e muitos falam que foi o primeiro a soletrar Kenpo (n), para marcar essa quebra no estilo do Karaté de Mitose.

William Chow, que também era chamado de Professor Chow, passou seus ensinamentos a muitos bons alunos antes de sua morte em 1987, dentre eles o Grão Mestre Bill Ryusaki, fundador do Kenpo Havaiano. Uma nota importante é que não há diferença entre Kempo Karate e Kenpo Karate. Apesar de muitos dizerem que William Chow foi o primeiro a usar o termo "Kenpo" Karate, muitos afirmam que é somente uma variação na transliteração do Kanji original para as outras línguas do ocidente. Ambos têm a mesma tradução “A lei do Punho”.

Incluem alunos de Willian Chow: Adriano D. Emperado (fundador do Kajukembo), Ed Parker (fundador do American Kenpo), Bill Ryusaki (fundador do Hawaiian Kenpo). (Relatos falam também que o Kempo tem a fusão básica do Karate Japonês-reto, com a junção do Jiu Jitsu e Aikidô.O Kenpo já possuindo movimentos circulares com soltura e fluxo de movimentos, versão chinesa de Arte Marcial, herdando também uma maior diversidade técnica, devido à sua primeira aparição com William Chow).

Sonya Blade[editar | editar código-fonte]

Na serie "Mortal Kombat", Sonya Blade é uma especialista na arte do Kenpô, ela começa a usar este estilo em Mortal Kombat: Deadly Alliance

Ligações externas[editar | editar código-fonte]