Kenya Moore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Kenya Summer Moore (Detroit, Michigan, 24 de janeiro de 1971) é uma modelo e atriz americana que venceu o concurso de Miss USA em 1993. No Miss Universo 1993, foi uma das seis finalistas.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Moore nasceu em Detroit e foi criada pela sua avó, Doris. Formou-se na Cass Technical High School, instituição cujos alunos famosos são Diana Ross, David Alan Grier, Lily Tomlin e a Miss USA de 1990 Carole Gist (primeira afro-americana a vencer a etapa nacional do Miss Universo). Após o ensino médio, a futura miss se matriculou na Wayne State University, onde se formou em psicologia.

Vida de miss[editar | editar código-fonte]

Miss USA 1993[editar | editar código-fonte]

Em 1993, Moore competiu em todas as etapas que resultaram na sua eleição como Miss USA daquele ano. Venceu o Miss Michigan USA, etapa de seu Estado para o concurso nacional, realizado em 19 de fevereiro na cidade de Wichita (Kansas). Recebeu a coroa de sua antecessora, Shannon Marketic, da Califórnia.

As vaias na Cidade do México[editar | editar código-fonte]

No Miss Universo 1993, realizado em 21 de maio na Cidade do México, Kenya Moore foi vaiada ao ter seu nome anunciado entre as 10 semifinalistas (a candidata do país-sede não se classificara). Esse episódio voltou à tona quando Rachel Smith foi hostilizada durante a entrevista final do top 5 pelos torcedores mexicanos, inconformados com a não classificação de Rosa Ojeda para a fase que definiu a japonesa Riyo Mori como a Miss Universo 2007.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Após fazer sua sucessora, em 1994, Moore passou a trabalhar como atriz. Sua estreia aconteceu no longa Waiting to Exhale (1995), no papel de Denise. Além de ter trabalhado como apresentadora de videoclipes no canal BET, ela passou a atuar em séries como The Fresh Prince of Bel-Air (Um Maluco no Pedaço, exibida no Brasil pelo SBT).

Ela criou a Kenya Moore Foundation, entidade que cuida da concessão de bolsas escolares para alunas carentes para estudarem na escola-mãe do ensino médio americano. Em 2007, Kenya lançou seu livro Game, Get Some!, dirigido ao público masculino e revela segredos para a conquista da mulher de seus sonhos e também revela os segredos do homem dos sonhos que as mulheres devem conquistar.

Atuações[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]