Khayman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Khayman é uma personagem fictícia da série de livros Crônicas Vampirescas escritas por Anne Rice. Khayman é um dos mais antigos vampiros e surge em muitos poucos livros da série, sendo no entanto considerado um dos mais poderosos vampiros, principalmente após os eventos em A Raínha dos Malditos.

Biografia enquanto humano[editar | editar código-fonte]

Khayman era o chefe dos steward no palácio do rei Enkil e da rainha Akasha de Kemet (agora Egito) por volta de 5000 a.C.. De descendência egípcia[1] , era alto e forte como mortal, olhos, cabelos e pele escuros. Como chefe dos Steward, Khayman foi forçado a violentar as gémeas bruxas Maharet e Mekare, após estas despertarem a ira de Akasha. Meigo por natureza, Khayman ficou chocado com a ordem recebida, mas não foicapaz de recusar o pedido da sua rainha[2] . Da violação resultou um filho, chamado Miriam, que iniciou a linhagem sanguínea da Grande Família de Maharet, que mais tarde se espalharia por todas as nações da Terra.[3]

Quando Akasha e Enkil se transformaram em vampiros, fizeram com que Khayman trouxesse Maharet e Mekare de volta para o Egito para descobrirem como a sua insaciável sede por sangue poderia ser mitigada. Maharet respondeu que o espírito maligno que agora habitava a raínha era demasiado grande para ser contido no seu corpo humano; apenas quando mais vampiros seriam criados (diluindo assim mais e mais o espírito) é que a sede de sangue se tornaria tolerável. Akasha traiu então a lealdade de Kahyman e torna-o vampiro à força, de forma a verificar as alegações da bruxa[4] .

Referências

  1. A Rainha dos Malditos, parte III, Capítulo 4
  2. A rainha dos Malditos, Parte III, Capítulo 4
  3. A Rainha dos Malditos, Parte III, Capítulo 8
  4. A Raínha dos Malditos, Parte III, Capítulo 8
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.