Khemed

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
País fictício
(As Aventuras de Tintim, criado em Tintim no País do Ouro Negro, Tintin au pays de l'or noir, 1950)
Khemed
Emirado do Khemed
إمارة كهمد
Flag of Khemed.svg Coats of arms of None.svg
(Bandeira do Khemed) (Brasão desconhecido)
Red Sea.png
Países vizinhos Arábia Saudita
Língua oficial    Árabe
Religião  
• Religião dominante Islamismo 
Capital Wadesdah
• Habitantes  
Governo Emirado
• Emir  Mohammed Ben Kalish Ezab
Eventos
Divisões  
Geografia  
Demografia  
• Gini
Economia  
• Moeda Dirham
Fuso horário Fuso horário (UTC+3)
Código  
• ISO 3166-1 KMD
Fontes: The World Factbook, FMI, ONU, UNICEF

Khemed é um país fictício que aparece nas histórias em quadrinhos da série As Aventuras de Tintim, do belga Hergé.[1]

Khemed é um emirado árabe aparentemente situado na Península Arábica, nas costas do Mar Vermelho.[1] É rico em petróleo, mas está incessantemente sacudido pelas lutas entre o emir Mohammed Ben Kalish Ezab e seu adversário, o xeque Bab el-Ehr. O emir reside em Hasch El Hemm, porém a capital e sua principal cidade é Wadesdah, e seu porto principal é Khemkhah.

Sua localização é onde fica na vida real o Iêmen.[1]

Governo[editar | editar código-fonte]

O emirado do Khemed está sob uma monarquia absoluta. O reinado do emir Mohammed Ben Kalish Ezab é contestado. Os rebeldes são liderados pelo xeque Bab El Ehr. Os rebeldes conseguiram controlar Khemed com o apoio de um líder militar europeu, o Dr. Müller e com a ajuda de mercenários e equipamento militar moderno, mas ocorreu uma restauração, e o poder voltou para Mohammed Ben Kalish Ezab.

O herdeiro ao trono de Khamed é Abdallah Kalish Ezab.

Economia[editar | editar código-fonte]

A principal fonte de lucro é o petróleo, que é cobiçado por multinacionais que fazem lei neste mercado. O Khemed é atravessado por vários oleodutos.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O Khemed situa-se na costa ocidental da península Arábica, provavelmente entre Aqaba e Jeddah.

Capital e maior cidade do país é Wadesdah. As outras cidades do Khemed são Khemkhâh, que possuí o maior porto do país, e Hasch El Hemm, onde vive o emir e sua família, esta cidade fica a cerca de 20 km da capital.

A superfície do Khemed é ocupada na sua maioria pelo deserto de Djebel Kadheïh.

Cultura[editar | editar código-fonte]

O país é muçulmano mas tolerante com outras religiões (os não-muçulmanos estão autorizados a beber álcool, mas não a comercializa-lo).

Cultura beduína no Khemed é muito evidente.

O Emir detém o poder absoluto, e é frequente mandar esbofetear em público os réus, e a tortura era praticada até não à muito tempo.

Referências

  1. a b c Chris Tregenza (20 May 2005). Travels of a Boy Reporter Tintinology.poosk.com.. Página visitada em 1 July 2010.