Khojki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Khojkī
Falado em: Índia, Paquistão
Total de falantes: extinta
Família: Proto-Sinaítico [a]
 Fenício [a]
  Aramaico [a]
   Brāhmī
    Gupta
     Sharada
       Laṇḍā
       Khojkī
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---

Khojki (em Língua urdu خوجكى ) ou Khojiki foi um sistema de escrita, um Abugida, usada quase que exclusivamente por comunidades do povo Khoja de partes do sul da Ásia, tal como em Sind. Já foi usada para as línguas Guzerate, Árabe, Persa, Urdu, Punjabe e Sindi e tem similaridades com a escrita gurmukhi.

Essa escrita foi primeiramente usada pela literatura ismaelita islâmica dos xiitas e ainda para textos secretos e proibidos de seitas xiitas. Trata-se de um abugida que é escrito da esquerda para a direita.

As tradições ismaelitas nizaris contam que a escrita Khojki foi criada pelo líder espiritual Pir Sadardin (da‘i Pir Sadruddin) no século XIV. Ele foi mandado pelo Imam ismaelita da época para difundir a fé ismaelita na Ásia do sul. Ele fez essa tarefa cantando hinos e ensinando textos dessa crença chamados “Ginans”. (Textos religiosos devotos) nessa nova escrita, o Khojki.

Unicode[editar | editar código-fonte]

Há hoje projeto para codificar a escrita Khojki no padrão Unicode , para o qual foi feita um proposta ao Comitê Técnico dessa entidade por parte de Anshuman Pandey.1 .

Referências

Referências externas[editar | editar código-fonte]