Khumjung

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

27° 49′ N 86° 43′ E

O monte Khumbila e as aldeias de Khumjung e Kunde . No fundo pode-se ver os montes Evereste, Lhotse e Ama Dablam

Khumjung ( Nepali : खुम्जुंग) é uma vila no distrito de Solukhumbu na zona do Sagarmatha, no noroeste do Nepal.[1] No recenseamento de 1991 tinha uma população de 1809 pessoas que viviam em 433 famílias individuais.[2]

Ela está localizada na região do Khumbu dentro do Parque Nacional de Sagarmatha, classificado pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade desde 1979.

A vila é a sede do comitê de desenvolvimento das aldeias do Khumjung que incluem Kunde, Khumjung, Tengboche, Pangboche, Pheriche, Dole, Chharchung, Machhermo, Lobuche, Dingboche, e Gokyo.

Aldeia de Khumjung
Suposto couro cabeludo de um Yeti no monastério budista de Khumjung.

A aldeia está situada a uma altitude de 3.970 metros acima do nível do mar, e perto do Monte Khumbila.[3] Esta aldeia tem comunicações modernas, como internet e telefones fixos e móveis, assim como a escola "Hillary" fundada por Edmund Hillary em 1961, oito anos depois da sua conquista do monte Evereste, que fornece educação para mais de 350 crianças.[3]

Um dos monastério budista em Khumjung abriga um suposto couro cabeludo de um Yeti.[3]

Referências

  1. "Everest Base Camp". (em en). Nepal Map PublisherPvt. Ltd..
  2. Digital Himalaya: Nepal Census 2001. Nepal's Village Development Committees. Página visitada em 14 Novembro 2008.
  3. a b c Bradley, Mayhew; "Trekking in the Nepal Himalaya"; (2009); 9 edição; p 94 e 110 (mapas)+ pp 111-112; Lonely Planet; ISBN 9781741041880.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Khumjung ».