Kinderszenen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Capa da partitura dos Kinderszenen de Schumann, pelos editores Breitkopf & Härtel de Leipzig.

Kinderszenen, Opus 15, que em português se deixa traduzir por Cenas da Infância ou Cenas Infantis, é um conjunto de treze andamentos para piano solo, compostos em 1838 pelo compositor do romantismo alemão Robert Schumann.

Numa carta à sua futura mulher, Clara Josephine Wieck, Schumann diz que tinha composto uma nova obra como se fosse o eco de uma resposta que ela, Clara, lhe escrevera uma vez, dizendo-lhe que por vezes se lhe dirigia como se ele fosse uma criança. O compositor procurava exprimir as reminiscências que um adulto tem da infância. Schumann tinha escrito originalmente trinta andamentos para os Kinderszenen, dos quais escolheu, como diz na carta a Clara, cerca de doze andamentos para a versão final. Os andamentos rejeitados foram publicados mais tarde nos Bunte Bläter, Opus 99, e Albumblätter, Opus 124.[1]

Andamentos[editar | editar código-fonte]

Interpretações de Donald Betts

01. Von fremden Ländern und Menschen
00. De Povos e Terras Distantes
Sol maior
02. Kuriose Geschichte
00. Uma História Curiosa
Ré maior
03. Hasche-Mann
00. Cabra-cega
Si menor
04. Bittendes Kind
00. Criança Suplicante
Ré maior
05. Glückes genug
00. Completamente Feliz
Ré maior
06. Wichtige Begebenheit
00. Grande Acontecimento
Lá maior
07. Träumerei
00. A Sonhar
Fá maior
08. Am Kamin
00. À Lareira
Fá maior
09. Ritter vom Steckenpferd
00. Cavaleiro do Cavalo de Pau
Dó maior
10. Fast zu ernst
00. Quase Demasiado Sério
Sol sustenido menor
11. Fürchtenmachen
00. Assustador
Mi menor
12. Kind im Einschlummern
00. Criança a Adormecer
Mi menor
13. Der Dichter spricht
00. O Poeta Fala
Sol maior

Träumerei no cinema[editar | editar código-fonte]

O andamento Träumerei é uma das peças mais conhecidas de schumann, e como tal foi objecto de muitas versões e sujeita a diversas interpretações. Foi também o título de um filme biográfico alemão de 1944 sobre Schumann.[2] Träumerei é ainda o tema amoroso de Robert e Clara Schumann no filme americano de 1947, Song of Love, com Katharine Hepburn no papel de Clara.

Referências

  1. [1] Robert Polansky, The Rejected "Kinderszenen" of Robert Schumann's Opus 15, American Musicological Society, 1978.
  2. Träumerei (em inglês) no Internet Movie Database