Kirby's Return to Dream Land

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kirby's Return to Dream Land
Kirby's Adventure Wii
Kirbys return to dreamland boxart.jpg
Capa da versão norte-americana.
Desenvolvedora HAL Laboratory
Publicadora(s) Nintendo
Diretor Shinya Kumazaki
Produtor Shigefumi Kawase
Compositor(es) Jun Ishikawa, Hirokazu Ando
Plataforma(s) Wii
Série Kirby (série)
Data(s) de lançamento Wii
Gênero(s) Plataforma
Modos de jogo Single-player, multiplayer
Número de jogadores 4
Classificação Permitido para todas as idades i CERO (Japão)
Inadequado para menores de 10 anos i ESRB (América do Norte)
Inadequado para menores de 7 anos i PEGI (Europa)
Média Disco óptico Dual Layer do Wii
Controles Wii Remote, Wii Remote com Nunchuk, controle clássico, controle de GameCube

Kirby's Return to Dream Land, conhecido no Japão como Hoshi no Kirby Wii (星のカービィWii) e na Europa e Austrália como Kirby's Adventure Wii é um videogame da série Kirby e o décimo segundo jogo de plataforma da série, desenvolvido pela HAL Laboratory, e publicado pela Nintendo. Enquanto Kirby's Epic Yarn foi lançado em 2010, Kirby's Return to Dream Land é o primeiro jogo de console caseiro de plataforma tradicional de Kirby desde Kirby 64: The Crystal Shards, que foi lançado em 2000 para o Nintendo 64. O título foi lançado pela primeira vez na América do Norte em 24 de outubro de 2011, e posteriormente na Europa em 25 de novembro de 2011.

Kirby's Return to Dream Land apresenta a jogabilidade básica dos tradicionais jogos de plataforma de Kirby, em que o personagem-título Kirby possui a habilidade de inspirar e copiar inimigos, a fim de atingir as formas que lhe dão uma variedade de tais ataques como cuspir fogo ou balançar uma espada. O jogo suporta jogabilidade de multiplayer cooperativa, permitindo que até quatro jogadores controlem vários personagens, incluindo Waddle Dee, King Dedede e Meta Knight. A trama de Kirby é focado nos personagens recuperando os pedaços de uma nave espacial alienígena caída.[1]

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Kirby's Return to Dream Land é um jogo de plataforma side-scrolling 2,5D, controlado segurando o Wii Remote para os lados. O objetivo principal é ajudar o alienígena Magolor, cuja nave espacial, a Lor Starcutter, fez um pouso forçado em Pop Star. O jogador é encarregado de recolher os pedaços da nave, que estão dispersos e escondidos dentro dos níveis do jogo, cada um dos quais terá lugar em várias áreas do planeta.[2]

Trama[editar | editar código-fonte]

A história começa com o King Dedede e o Waddle Dee perseguindo Kirby carregando um bolo. Eles correm passando por Meta Knight que está lendo um livro. Kirby de repente pára com a visão de uma nave espacial em forma de barco viajando através do que parece ser uma fenda espacial em forma de estrela, que cai. Kirby e seus companheiros correm e entram no navio e encontram uma criatura alienígena chamada Magolor. Quando Magolor descobre que as cinco peças principais, juntamente com todas as 120 esferas de energia do navio, a astronave Lor , foram espalhadas através das cinco cantos do planeta Kirby e o resto do grupo se oferecem para ajudar a obter os pedaços. Depois de recuperar todas as partes da astronave, tentam viajar para a terra natal de Magolor, Halcandra. O último êxito é chegar a Halcandra, apenas para colidir com o planeta e lutar contra o dragão de quatro cabeças Landia. Após derrotar Landia (que é capaz de se dividir em quatro dragões), a coroa que estava usando se solta. Magolor então revela suas verdadeiras intenções de assumir o universo usando o poder da Coroa Mestre (coroa de Landia), e coloca-la em sua cabeça, transformando-o em um ser gigante. Magolor viaja de volta para Estrela Pop, através de uma fenda espacial, intento em fazer isso por fim. Os pequenos dragões Landia assentam Kirby e seus amigos e decolam pela fenda espacial para frustrar Magolor. Depois de lutar contra uma astronave Lor transformada e Magolor, a Coroa Mestre se despedaça e Magolor se desintegra.

Mundos[editar | editar código-fonte]

O jogo possui 7 mundos, 5 em Estrela Pop e 2 em Halcandra.

Campo de Biscoito: Primeiro mundo tradicional de Kirby, se passa em um bosque com grandes árvores, campinas, flores e algumas cavernas. Aqui é o mundo mais fácil e bom para treinar as novas habilidades.

Ruínas da Uva passa: Vasto deserto, com templo, ruínas, pirâmides e oásis.

Mar de Cebola: Aqui Kirby começa numa praia rochosa, para chegar em um grande oceano com peixes e grutas aquáticas.

Pastilhas Brancas: Fase de neve e gelo, possuí des de colinas de neve acumulada há lagos congelados e escorregadios. Também há blocos de gelo que só podem ser destruídos com um poder específico.

Por-do Sol de Nata: Mundo final da Estrela Pop traz todos os elementos dos mundos anteriores, mas se passa nas nuvens,algumas sendo coloridas. Também introduz inimigos abstratos e diferentes, sendo maioria com capacidade de pairar, já que este mundo se passa nos céus.

Engenharia de Halcandra: Primeiro nível de Halcandra, é uma área muito perigosa totalmente mecanizada. Seu horizonte é dominado por grandes edifícios e vigas de aço.

Jantar Perigoso: Último mundo, o mais perigoso, pode-se perder vidas facilmente aqui. Cheio de grandes vulcões e muita lava, é o lar do dragão Landia.

Fonte: *Site oficial

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Kirby's Return to Dream Land começou o desenvolvimento imediatamente após o lançamento do jogo de 2000 Kirby 64: The Crystal Shards como um título para o Nintendo GameCube. O jogo passou por um período de desenvolvimento de 11 anos em que três diferentes versões propostas do jogo foram desenvolvidas e, em seguida, descartadas.[3] A primeira versão foi similar ao estilo gráfico e de jogabilidade de Kirby 64, renderizados em 3D, mas usando a jogabilidade tradicional de side-scrolling de 2D. O jogo também suporta multiplayer com até quatro jogadores. Esta versão foi demonstrada na E3 em 2005, e foi prevista para ser lançada mais tarde nesse ano. No entanto, a dificuldade com programação para quatro jogadores levaram a esta versão a ser descartada. A segunda versão coloca Kirby em um ambiente de jogabilidade estilo mundo aberto em 3D, e a terceira versão volta a jogabilidade de side-scrolling, mas tem o estilo gráfico de um livro pop-up. A equipe de desenvolvimento percebeu que o fracasso das três primeiras tentativas foram causadas por um foco excessivo no multiplayer, por isso o foco foi deslocado quase que exclusivamente à experiência de single-player.[3] O desenvolvimento da versão final acelerou em outubro de 2010, quando o jogo começou a tomar forma.[3]

O longo desenvolvimento de Kirby causou o jogo frequentemente aparecer e depois desaparecer das listas de jogos futuros. Em 14 de setembro de 2006, o jogo Kirby apareceu em uma lista dos futuros jogos do Wii, nomeado Hoshi no Kābī (星のカービィ, lit. "Kirby das Estrelas"?), previsto para ser lançado no Japão. A matéria de Dezembro de 2006 da revista Nintendo Power removeu Kirby de sua lista de lançamentos do GameCube, mas não colocou em sua lista de lançamentos do Wii. Matt Casamassina da IGN, postou em seu blog, promovida a ideia de um lançamento do Wii, afirmando que de fato seria lançado para o Wii em 2007.[4] Comparou-o a Donkey Kong Barrel Blast, um outro jogo que foi originalmente anunciado como um título de GameCube, mas acabou lançado no Wii. Enquanto o jogo não apareceu no E3 2007, Beth Llewelyn da Nintendo of America confirmou que o jogo "não tem sido abandonado."[5] A matéria de Dezembro de 2007 da Official Nintendo Magazine afirmou que um jogo de Kirby para o Wii não estava em desenvolvimento. Em 7 de maio de 2010, a Nintendo confirmou que um título de Kirby Wii ainda estava em formação.[6]

A Nintendo anunciou o jogo Kirby's Epic Yarn na E3 2010, um título completamente separado que estava em desenvolvimento pela Good-Feel. O jogo de Kirby de 2005 foi então presumido ter sido cancelado até que um Reunião de Informação dos Resultados Financeiros em 28 de janeiro de 2011 re-anunciou o jogo com uma data de lançamento definida no mesmo ano. Na E3 2011, o jogo foi demonstrado em forma jogável sob o título provisório Kirby Wii.[7] O jogo foi mais tarde rebatizado Kirby's Return to Dream Land na América do Norte e Kirby's Adventure Wii na Europa, e 星のカービィWii no Japão.

Referências

  1. Kirby Wii E3 Nintendo. Página visitada em 20 August 2011.
  2. Slate, Chris. (September 2011). "Fearsome Foursome". Nintendo Power 271: 42–47. Nintendo.
  3. a b c Iwata Asks: Kirby's Return to Dream Land Nintendo of America. Página visitada em 25 October 2011.
  4. Having a Blast on Wii (February 2, 2007). Página visitada em 2007-07-13.
  5. Disaster coming along, Project H.A.M.M.E.R. on hold, Smash online not confirmed, and Kirby! GoNintendo. (July 12, 2007). Página visitada em July 13, 2007.
  6. Kirby Wii Still in Development, But Release Still TBA 1up.com (2010-05-07). Página visitada em 2010-06-28.
  7. Tom Mc Shea. E3 2011: Kirby Wii Preview Hands-On GameSpot.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.