KisMAC

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
KisMAC
Desenvolvedor Michael Rossberg
Versão estável 0.21a[1]
Sistema operacional Mac OS X v10.4 ou superior
Gênero(s) Utilitário de redes sem fio
Licença GPL
Página oficial http://kismac.macpirate.ch/

O KisMAC é uma ferramenta em código aberto e livre (licença GPL) para a detecção e varredura de conexões de redes sem fio para o sistema operacional Mac OS X. O usuário pode saber através do utilitário se uma conexão de um local está ativa e se é possível conectar-se a ela sem problemas[2] .

O programa têm recursos similares aqueles encontrados no Kismet de GNU/Linux/BSD e NetStumbler, seu mais próximo equivalente em ambiente Windows.

Funcionamento[editar | editar código-fonte]

Auxilia o usuário a encontrar e testar a segurança de redes sem fio. Suporta tanto o AirPort e AirPort Extreme, bem como outros dispositivos sem fio para Mac (como dispositivos USB, por exemplo-necessita de controladores[3] ). Seu funcionamento é tanto em modo passivo (fazendo a análise do que é transmitido pelas redes que foram encontradas), quanto em modo ativo (enviando requisições aos APs e permite ataques). Suporta GPS[4] .

Recursos[editar | editar código-fonte]

  • Suporta mapeamento de redes sem fio.
  • Suporta cartões PCMCIA.
  • Encontra redes mesmo que elas não estejam sendo anunciadas (através do broadcast do SSID)
  • Exibe os clientes conectados.
  • Suporte e mapeamento de GPS.
  • Habilitado para AppleScript.
  • Suporte para 802.11b/g
  • Importa e exporta PCAP

O KisMAC e a Alemanha[editar | editar código-fonte]

O projeto foi criado e liderado por Michael Rossberg até 27 de julho de 2007, quando ele resignou-se do projeto por mudanças na lei alemã (especificamente, StGB seção 202c) que "proíbe a produção e distribuição de programas de segurança".

Na página inicial do KisMAC consta o seguinte texto: "one of the major weapon exporters in the world prohibits production and distribution of security software (StGB §202c). From a nation of poets and thinkers to a nation of bureaucrats and ignoramuses." (tradução: "Um dos maiores exportadores de armas no mundo proibe a produção e distribuição de programas de computador de segurança (StGB §202c). De uma nação de poetas e pensadores para uma nação de burocratas e ignorantes.").[5]

A 6 de Agosto de 2007, a antiga página denuncia e rechaça agora a nova lei alemã, mas também diz o texto: " Visite KisMAC nos Países Baixos em breve!", que implica um desenvolvedor no projeto.

A 17 de agosto de 2007, o programa ressurgiu, desta vez com o sítio hospedado na Suíça, agora no endereço [1] e o código fonte de programa hospedado, tanto no Google Code e no servidor do Subversion, nos Países Baixos..

Na Alemanha, pela nova lei, também é proibido a utilização do programa[6] .

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]