Koh-i-Baba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Koh-i-Baba, Kuh-i-Baba ou montes Baba são a extensão ocidental da cordilheira Hindu Kush, e a origem dos três principais sistemas hidrícos do Afeganistão: o rio Kabul, o rio Helmand-Arghandab, e o rio Hari. É coroado pelo pico Foladi (Shah Fuladi) que alcança os 4951 m de altitude, a sul de Bamiyan.

Esta zona é onde habita o povo Hazara, um dos mais remotos e abandonados do Afeganistão, com um alto índice de analfabetismo. A maior parte da população depende da agricultura como fonte de rendimento, sendo a batata o cultivo principal.

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • Peter Lumsden, Countries and Tribes Bordering on the Koh-i-Baba Range, Proceedings of the Royal Geographical Society and Monthly Record of Geography (1885).Este artigo incorpora texto da Encyclopædia Britannica (11ª edição), publicação em domínio público.[1]