Kongobu-ji

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Templo Kongobu-ji
Jardim de pedras Banryutei, Templo Kongobu-ji

Kongobu-ji (金剛峰寺) é o templo matriz do ramo principal da escola Shingon, localizado o Monte Koya (高野山, Kōya-san?), Wakayama, Japão. Seu nome significa Templo da montanha de diamante.

O templo foi primeiro construído como templo Seigan-ji em 1593 por Toyotomi Hideyoshi quando da morte de sua mãe, reconstruído em 1861, e dado o presente nome em 1869. Contém muitas portas corrediças (shoji) pintadas por Kanō Tanyū (1602-1674) e membros da escola de pintura deste em Kyoto.

O moderno jardim de pedra Banryutei do templo é o maior do Japão (2340m²), com 140 pedras de granito arranjadas de maneira à sugerir um par de dragões emergindo das nuvens para proteger o templo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • artigo Japan Visitor
  • Alison Main, Newell Platten, The Lure of the Japanese Garden, W. W. Norton & Company, 2002, page 46. ISBN 0393730913.
  • Dorothy Perkins, Encyclopedia of Japan: Japanese History and Culture, from Abacus to Zori, "Kongobuji" article, Facts on File, 1991, page 182. ISBN 0816019347.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Kongobu-ji