Konstantin Feoktistov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Konstantin Feoktistov

Cosmonauta da URSS
Nacionalidade União das Repúblicas Socialistas Soviéticas soviético
Nascimento 7 de Fevereiro de 1926
Voronezh, URSS
Morte 21 de novembro de 2009 (83 anos)
Outras ocupações engenheiro aeroespacial
Missões Voskhod 1
Insígnia
da missão
Insígnia Voskhod 1

Konstantin Petrovich Feoktistov (em russo: Константин Петрович Феоктистов) (Voronezh, 7 de fevereiro de 192621 de novembro de 2009) foi um cosmonauta soviético e engenheiro aeroespacial. Foi ao espaço como um dos tripulantes da nave Voskhod 1, em 1964.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Feoktistov lutou no Exército Vermelho durante a Segunda Guerra Mundial, escapando de morrer quando, após ser capturado pela Wehrmacht, foi submetido a um pelotão de fuzilamento com outros soldados russos, mas a bala que lhe foi destinada apenas roçou sua garganta, lhe permitindo escapar por entre a pilha de corpos de prisioneiros executados ao anoitecer e voltar para as linhas soviéticas.

Apóa a guerra, formado em engenharia e com doutorado em física, em 1955 ele se juntou à equipe que construiria as sondas e naves espaciais Sputnik, Vostok, Voskhod e Soyuz, sob a liderança do engenheiro-chefe do programa espacial soviético, Sergei Korolev. Nesse período, ele também trabalhou nos estudos da construção de uma nave impulsionada por ion, capaz de levar uma tripulação humana à Marte.

Roscosmos[editar | editar código-fonte]

Em 1964, Feoktistov foi selecionado como parte de um grupo de engenheiros indicados para o treinamento de cosmonautas, e veio a participar da tripulação multi-disciplinar da Voskhod 1, indo ao espaço em 13 de outubro de 1964, junto com o piloto Vladimir Komarov e o médico Boris Yegorov, a primeira missão soviética com mais de um tripulante numa nave espacial. Seu treinamento e aproveitamento para futuras missões espaciais se viu interrompido, entretanto, por razões médicas.

Depois de seu vôo, condecorado como Herói da União Soviética, ele continuou a trabalhar como engenheiro espacial e mais tarde tornou-se o chefe do bureau soviético de design espacial que construiu as estações orbitais Salyut e Mir, nos anos 1970 e 1980.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]