Konstantin Tsiolkovsky

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Konstantin Tsiolkovsky
Astronáutica
Dados gerais
Nome de nascimento Konstantin Eduardovich Tsiolkovsky
Nacionalidade Rússia Russo
Nascimento 17 de setembro de 1857 (O.S. 5 de setembro)
Local Izhevskoye, Império Russo
Morte 19 de setembro de 1935 (78 anos)
Local Kaluga, União Soviética
Atividade
Campo(s) Astronáutica
Conhecido(a) por Equação de foguete de Tsiolkovsky

Konstantin Eduardovich Tsiolkovsky ou Konstanty Ciołkowski (em russo: Константин Эдуардович Циолковский; Izhevskoye, 5 de setembro de 1857Kaluga, 19 de setembro de 1935) foi um cientista russo pioneiro no estudo dos foguetes e da cosmonáutica. O alemão Hermann Oberth e o norte-americano Robert H. Goddard foram seus seguidores.[1] Foi um dos principais representantes do movimento filosófico russo conhecido como Cosmismo, surgido no início do século XX. Tsiolkovsky residiu numa cabana de troncos nos arredores da cidade russa de Kaluga durante grande parte da sua vida.

Vida[editar | editar código-fonte]

Nasceu numa família de classe média polaca em Izhevskoye (atual Distrito de Spassky, Óblast de Riazan) na Rússia. Durante a infância sofreu uma infecção de escarlatina que levou a uma diminuição das suas capacidades auditivas. Devido aos seus problemas de audição, não foi aceito pelas escolas primárias. Foi ensinado em casa até aos 16 anos.

Quase surdo trabalhou, como professor de matemática do ensino secundário, até à sua reforma em 1920. Tsiolkovsky estabeleceu as fundações teóricas para muitos aspectos da propulsão de foguetes e viagens espaciais. Ele é considerado o pai do vôo espacial humano e o primeiro homem a conceber o elevador espacial, inspirado pela recém construída Torre Eiffel após fazer uma visita a Paris em 1895.

Adepto do filósofo Nikolai Fyodorov, acreditava que a colonização do espaço iria levar à perfeição da raça humana, com uma existência despreocupada e imortal.

Tsiolkovsky morreu a 19 de setembro de 1935 em Kaluga na Rússia e recebeu honras de estado no seu funeral. Um museu de astronáutica em Kaluga bem como a cratera Tsiolkovskiy no lado escuro da Lua, têm o seu nome.

Além do mais, em 1895, escreveu o livro Sonhos de Terra e céu (Gryozy o zemle i nebe), e, em 1896, elaborou um artigo sobre comunicação com extraterrestres. Mais adiante, em 1920, lançou Além da Terra.

Obras[editar | editar código-fonte]

Moeda de 1 rublo com a imagem gravada de Tsiolkovsky (1987).

A sua obra literária mais famosa, intitulada "Исследование мировых пространств реактивными приборами" (A exploração do espaço cósmico por meio de dispositivos de reacção), publicada em 1903 é provavelmente o primeiro estudo académico sobre foguetes. Tsiolkovsky foi o primeiro a calcular que a velocidade de escape da Terra para órbita era de 8 km/segundo e que para atingir esta, era necessário um foguete de múltiplos estágios utilizando oxigénio líquido e hidrogénio líquido como propelentes. Durante a sua vida ele publicou mais de 500 obras sobre viagens espaciais e outros assuntos relacionados, inclusive histórias de ficção científica. Entre as suas obras encontram-se esquemas para foguetes com múltiplos estágios, estações espaciais e sistemas biológicos de ciclo fechado para fornecer comida e oxigénio a colónias no espaço.

Suas idéias permaneceram desconhecidas fora da Rússia. A investigação neste campo estagnou até que cientistas alemães e de outras nacionalidades efectuaram os mesmos cálculos de modo independente décadas mais tarde.

A sua obra influenciou cientistas de foguetes vindouros por toda a Europa, tendo sido também estudada pelos norte-americanos nos anos 1950 e anos 1960 quando estes procuravam compreender os sucessos iniciais da União Soviética em exploração espacial.

Tsiolkovsky dedicou-se também a estudos teóricos sobre máquinas voadoras mais pesadas que o ar, efetuando independentemente muitos dos cálculos que Santos Dumont efetuou por volta da mesma época. Contudo, ele nunca construiu modelos práticos, os seus interesses mudaram para tópicos mais ambiciosos.

Entusiasmado pelo trabalho de Tsiolkovsky, Friedrich Zander esforçou-se para o promover e desenvolver. Em 1924 ele estabeleceu a primeira Sociedade de Cosmonáutica na União Soviética, mais tarde desenvolveu e construíu foguetes de combustível líquido de nomes OR-1 (1930) e OR-2 (1933). A 23 de agosto de 1924, Tsiolkovsky foi eleito primeiro professor na Academia Militar do Ar – N. E. Zhukovsky.

Em 1929 Tsiolkovsky propôs a construção de foguetes com múltiplos estágios no seu livro Космические поезда (Comboios Cósmicos).

A equação básica para a propulsão de foguetes é denominada Equação de foguete de Tsiolkovsky em sua honra.

Referências

  1. Konstantin E. Tsiolkovsky – Soviet Space Scientist. From San Diego Aerospace Museum Educational Materials

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Konstantin Tsiolkovsky
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Konstantin Tsiolkovsky
Em inglês