Kuroshitsuji

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kuroshitsuji
黒執事
Capa do primeiro volume de Kuroshitsuji publicado pela Square Enix.
Gênero Ação, Sobrenatural, Shounen, Drama, Comédia
Mangá
Autor Yana Toboso
Editora(s) Japão Square Enix
Editora(s)
lusófonas(s)
Brasil Panini Comics
Revista Monthly GFantasy
Público-alvo Shōnen
Data de publicação 16 de setembro de 2006 – Ainda em publicação
Volumes 16 (Lista)
Anime
Direção Shinohara Toshiya
Estúdio A-1 Pictures
Exibição original 2 de outubro de 2008 – 25 de maio de 2011
Emissoras de TV Japão MBS,TBS,Animax
Nº de episódios 36 episódios divididos em 2 temporadas + 7 OVAs (Lista de episódios)
Projeto Animangá  · Portal Animangá

Kuroshitsuji (黒執事? lit. "O Mordomo Negro", "O Mordomo Sombrio" na tradução do anime), é um mangá escrito e ilustrado por Yana Toboso. Desde a sua estréia em 16 de setembro de 2006, ele tem sido publicado na revista Monthly GFantasy, pela editora Square Enix. A série segueuSebastian Michaelis, um mordomo demoníaco que é obrigado a servir Ciel Phantomhive, de treze anos, cabeça da nobre família Phantomhive, devido a um contrato que fez com Ciel. Foi anunciada em julho de 2008, que uma adaptação do anime, dirigido por Shinohara Toshiya e produzida por A-1 Pictures, o mesmo, estreou em outubro de 2008, e desde então terminou com 24 episódios. A segunda temporada foi ao ar em julho de 2010, e terminou com 12 episódios. Em dezembro de 2011, a Panini anunciou o que iria publicar a série no Brasil.[1] . Um filme live-action foi anúnciado, sem maiores informações.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Numa mansão nos arredores de Londres, na era Vitoriana, o mordomo Sebastian Michaelis serve Ciel Phantomhive, de treze anos de idade, o cabeça de uma família nobre inglesa e de um império de brinquedos e doces, que atua diretamente com a rainha. Sebastian realiza todas as tarefas exigidas por seu mestre, solucionando problemas que importunam a Inglaterra com facilidade e perfeição, sejam eles sobrenaturais ou não.

Mangá[editar | editar código-fonte]

Escrito e ilustrado por Yana Toboso, os capítulos de Black Butler têm sido serializados na revista mensal Monthly GFantasy desde a sua estréia na edição de outubro de 2006. Os capítulos também são publicados em volumes pela Square Enix. O primeiro volume foi lançado em 27 de fevereiro de 2008, e até 26 de maio de 2012, 14 volumes foram publicados[2] . Nos EUA e Canadá, o mangá é licenciado pela Yen Press.

Drama CD[editar | editar código-fonte]

Em 10 de agosto de 2007, um drama CD foi lançado pela Frontier Works[3] . Ele apresentava muitos dos personagens que aparecem em um e dois volumes. Um segundo drama CD foi lançado em 26 de novembro de 2008.[4]

Anime[editar | editar código-fonte]

Kuroshitsuji[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2008, foi anunciado que uma adaptação para anime, dirigido por Shinohara Toshiya e produzida pelo estúdio A-1 Pictures. Ele estreou em outubro de 2008 e foi transmitido pela TBS, junto da MBS. Em 1 de Janeiro de 2009, uma edição limitada DVD contendo o primeiro episódio foi liberado pela Aniplex[5] . Os próximos três episódios foram lançados em outro DVD em 25 de fevereiro de 2009. Foi utilizado o tema de abertura Monochrome no Kiss (モノクロのキス?) por Sid e os temas de encerramento I'm Alive por Becca e Lacrimosa por Kalafina.

Kuroshitsuji II[editar | editar código-fonte]

Em Sono Shitsuji, Akai Valentine, um evento especial do anime da qual reunia todos os seiyūs de Kuroshitsuji, que ocorreu em 14 de junho de 2009, foi anunciado a segunda temporada do anime. O seiyū Junichi Suwabe. confirmou esta notícia em seu blog oficial mais tarde naquele dia[6] [7] . A segunda temporada contou com 12 episódios. Foram utilizados Shiver da banda the GazettE e "Bird" de Yuya Matsushita, como tema de abertura e enceramento, respectivamente.

Versão Brasileira[editar | editar código-fonte]

Em 2014, o anime ganhou uma versão dublada pelo projeto "O Mordomo Sombrio". O primeiro episódio foi reconhecido e autorizado pela Bandai e FUNImation e o canal começou a produzir versões dubladas dos episódios e cenas do anime. A produção é não profissional, apesar de autorizada.

OVAs[editar | editar código-fonte]

O anime também ganhou OVAs , como Ciel in Wonderland, Sono Shitsuji, Kougyou, Phantomhive e Yosoko, The Kuroshitsuji II Making-of e Spider's Intention.

Video Game[editar | editar código-fonte]

Um video game para Nintendo DS, chamado Black Butler: Phantom & Ghost (黒執事: ファントムアンドゴースト?) foi desenvolvido pela Square Enix e foi lançado em 19 de março de 2009[8] . O jogo é vendido em duas versões, uma primeira edição limitada com um preço mais elevado e inúmeros extras, e uma edição regular.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Durante a semana de 18 à 24 de dezembro de 2007, o terceiro volume ficou em terceiro lugar em vendas no Japão.[9] O quarto volume ficou em nono, durante a semana de 3 a 9 de julho de 2008.[10] O quinto volume ficou em segundo, durante a semana de 16 à 22 de setembro de 2008, e caiu para terceiro na semana seguinte (de 23 à 29 de setembro de 2008)[11] [12] O sexto volume ficou em primeiro na semana de 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2009, vendendo 359,703 cópias.[13]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências