Kurt Mahler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kurt Mahler
Matemática
Kurt Mahler, 1970
Nacionalidade Alemanha Alemão
Nascimento 26 de julho de 1903
Local Krefeld
Morte 25 de fevereiro de 1988 (84 anos)
Local Camberra
Atividade
Campo(s) Matemática
Alma mater Universidade de Frankfurt
Tese 1927: Über die Nullstellen der unvollständigen Gammafunktion
Orientador(es) Otto Szász e Carl Ludwig Siegel
Prêmio(s) Prêmio Berwick Sênior (1950), Medalha De Morgan (1971)

Kurt Mahler FRS[1] (Krefeld, 26 de julho de 1903Camberra, 25 de fevereiro de 1988) foi um matemático alemão.

Estudou na Universidade de Frankfurt e na Universidade de Göttingen, com doutorado na Universidade de Frankfurt em 1927.[2] Abandonou a Alemanha após a ascensão de Hitler, seguindo um convite de Louis Mordell para a Universidade de Cambridge. Obteve a cidadania britânica em 1946.

Mahler ocupou os seguintes postos:

Foi eleito membro da Royal Society em 1948[1] e membro da Academia de Ciências da Austrália em 1965. Foi laureado com o Prêmio Berwick Sênior (1950), a Medalha De Morgan (1971) e a Medalha Thomas Ranken Lyle (1977).

Mahler provou que a Constante de Prouhet–Thue–Morse e a constante de Champernowne 0,1234567891011121314151617181920... são números transcendentais.[3] [4]

Referências

  1. a b doi:10.1098/rsbm.1994.0016
    Esta citação será automaticamente completada em poucos minutos. Você pode furar a fila ou completar manualmente
  2. Kurt Mahler em Mathematics Genealogy Project
  3. Kurt Mahler, "Arithmetische Eigenschaften der Lösungen einer Klasse von Funktionalgleichungen", Math. Annalen, t. 101 (1929), p. 342–366.
  4. Kurt Mahler, "Arithmetische Eigenschaften einer Klasse von Dezimalbrüchen", Proc. Konin. Neder. Akad. Wet. Ser. A. 40 (1937), p. 421–428.


Precedido por
Mary Cartwright
Medalha De Morgan
1971
Sucedido por
Graham Higman


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.