Kwantung

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O território de Kwantung em 1921. Se mostram as áreas de influências e a zona neutra.

Kwantung (关 东 州 Kantōshū, em chinês: 关 东 州, 关 东 州, Guāndōngzhōu) era um território que estava localizado na parte sul da Península de Liaodong no nordeste da China, existiu entre 1898 e 1945. Esta área foi uma das muitas concessões que a China teve que fazer às potências estrangeiras no final do século XIX. Entre 1898 e 1905 pertenceu ao Império Russo, e entre 1905 e 1945 pertenceu ao Império do Japão.

O nome Kwantung significa leste de Shanhaiguan, referindo-se à cidade de Qinhuangdao, na província de Hebei, onde está localizado no extremo leste da Grande Muralha da China. O território inclui os portos de Lüshunkou (Port Arthur) e Dalian (Dairen).


Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Coox, Alvin. Nomonhan: Japan Against Russia, 1939. [S.l.]: Stanford University Press (ed.), 1990. ISBN 0-8047-1835-0.
  • Hsu, Immanuel C.Y.. The Rise of Modern China. [S.l.]: Oxford University Press (ed.), 1999. ISBN 0-19-512504-5.
  • Low, Morris. Building a Modern Japan: Science, Technology, and Medicine in the Meiji Era and Beyond. [S.l.]: Palgrave MacMillian (ed.), 2005. ISBN 1-4039-6832-2.
  • Quigley, Harold S. Japanese Government and Politics. [S.l.]: Thomson Press (ed.), 1932, reprinted 2007. ISBN 1-4067-2260-X.
  • Young, Louise. Japan's Total Empire: Manchuria and the Culture of Wartime Imperialism. [S.l.]: University of California Press (ed.), 1999. ISBN 0-520-21934-1.