Lágrimas na chuva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lágrimas na chuva é o monólogo final do replicante Roy Batty no filme Blade Runner.

Script e improvisação[editar | editar código-fonte]

Momentos antes de morrer, o replicante Roy Batty disse a Deckard enquanto chovia:

I've seen things you people wouldn't believe. Attack ships on fire off the shoulder of Orion. I watched c-beams glitter in the dark near the Tannhäuser Gate. All those moments will be lost in time, like tears in rain. Time to die.
Tenho visto coisas que não imaginariam. Naves de ataque ardendo no ombro de Órion. Eu vi raios-c brilharem na escuridão, próximo ao Portão de Tannhäuser. Todos esses momentos se perderão no tempo, como lágrimas na chuva. Hora de morrer.

A forma final do solilóquio foi escrita por Rutger Hauer, que eliminou algumas linhas do script original e colocou all those moments will be lost in time, like tears in rain, pois as do original o parecia que não se encaixavam bem com o tom do filme.

Crítica[editar | editar código-fonte]

Sidney Perkowitz, escritor de Hollywood Science, elogiou o discurso. "Se há um grande discurso no cinema de ficção científica é as palavras finais de Batty". Também disse que "salienta as características humanas do replicante, misturadas com suas capacidades artificiais".

Jason Vest, em Future Imperfect: Philip K. Dick at the Movies, elogiou a cena. "A interpretação certa de Hauer rouba o fôlego com sua suave evocação de lembranças, experiências e paixões que dirigiram a breve vida de Batty".