Lêntulo Batiato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lêntulo Batiato[1] (em latim, Lentulus Batiatus), proprietário e treinador de gladiadores (lanista) na península Itálica do século I a.C.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 73 a.C., Batiato era dono de uma escola de preparação de gladiadores em Cápua, Campânia (Itália), que reunia principalmente escravos gauleses e trácios.

Segundo Plutarco, em sua "Vida de Crasso", os maus-tratos infligidos por Batiato levaram cerca de duzentos escravos à revolta e a tentar fugir da escola. Setenta e cinco deles conseguiram, entre eles Espártaco, que viria a se tornar o principal líder da Terceira Guerra Servil (73 a.C. - 71 a.C.) , a maior revolta de escravos ocorrida na Itália Romana.

Batiato na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.