Lília Cabral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2013).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Lília Cabral
Nome completo Lília Cabral Bertolli Figueiredo
Outros nomes Lília Cabral
Nascimento 13 de julho de 1957 (57 anos)
São Paulo, SP
 Brasil
Nacionalidade Brasil Brasileira
Ocupação Atriz
Cônjuge Iwan Figueiredo
Outros prêmios
Troféu Imprensa de Melhor Atriz
2007 - Páginas da Vida
2010 - Viver a Vida
2012 - Fina Estampa
Prêmio Contigo! de TV para Melhor Atriz
2007 - Páginas da Vida
2012 - Fina Estampa
Melhores do Ano de Melhor Atriz
2012 - Fina Estampa

Indicada
Prêmio Emmy Internacional de melhor atriz
2007 - Páginas da Vida
2010 - Viver a Vida
IMDb: (inglês)

Lília Cabral Bertolli Figueiredo (São Paulo, 13 de julho de 1957) é uma atriz brasileira, duas vezes indicada ao Prêmio Emmy Internacional. [1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Lília é brasileira, filha de pai italiano (Gino Bertolli) e mãe portuguesa (Almedina Cabral, natural da São Miguel, Arquipélago dos Açores). Lília perdeu a mãe por volta dos 20 anos de idade, antes de começar atuar na TV, fato que lamenta bastante, já que esta nunca teve a oportunidade de a ver trabalhar como atriz.[2] É paulistana do bairro da Lapa,[3] , mas vive no Rio de Janeiro há mais de vinte anos.

O seu primeiro casamento, ainda muito jovem, foi com o cineasta João Henrique Jardim, mas este matrimônio durou pouco tempo. É casada desde 1994 com o economista Iwan Figueiredo, pai da sua única filha, Giulia, que nasceu quando Lília tinha 38 anos.[4] A gravidez não foi planejada já que, pouco tempo antes de engravidar, Lília tinha sofrido três abortos espontâneos.[5]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou a sua carreira no teatro, com a peça Feliz Ano Velho, baseada num livro de Marcelo Rubens Paiva.

Estreou na televisão, em 1981, com a novela Os Adolescentes, escrita por Ivani Ribeiro e produzida pela Rede Bandeirantes.

Em 1984, transferiu-se para a Rede Globo para atuar em Corpo a Corpo, de Gilberto Braga. Em 1988, atuou em Vale Tudo, de Gilberto Braga e Aguinaldo Silva, no papel da secretária Aldeíde Candeias, que sofria nas mãos do patrão Marco Aurélio (Reginaldo Faria).

Em 1989, viveu a beata Amorzinho no grande sucesso de Aguinaldo Silva Tieta.

Em 1995, participou em História de Amor, como a neurótica Sheila, ex-esposa do médico e protagonista da história, Carlos (José Mayer).

Depois, em 1997, participou em Anjo Mau, como Goreti, interpretou Verena na telenovela Meu Bem Querer e, em 1999, foi a mãe de Tati, protagonista da primeira temporada de Malhação.

Em 2000 atuou na novela Laços de Família, como Ingrid, mulher do interior que se muda para a cidade e morre num assalto. Em 2001, viveu Daphne em Estrela-Guia e, no ano seguinte, apareceu em Sabor da Paixão, como Edith.

Em 2003, participou de Chocolate com Pimenta, como a vilã cômica Bárbara. Posteriormente, integrou o elenco de Começar de Novo, como Aída, dona de um famoso spa.

Em 2006, foi a antagonista de Páginas da Vida, por cuja atuação recebeu o Troféu Imprensa de melhor atriz daquele ano e foi também indicada ao Emmy Internacional de 2007, na categoria de melhor atriz.[6] Contudo, perdeu a estatueta para a atriz francesa Muriel Robin, pela sua participação em Marie Besnard - The Poisoner.[7]

Em 2008, viveu Catarina, na novela A Favorita, de João Emanuel Carneiro.

Em 2009 estreou o filme Divã, no qual interpretou a protagonista Mercedes. Posteriormente, viveu a ex-modelo Tereza, em Viver a Vida.

Em 2011 atuou em Fina Estampa, onde interpretou sua protagonista no horário nobre, Griselda Pereira "Pereirão".[8] [9]

Em 2013 protagonizou o remake Saramandaia, interpretando a empresária Vitória Vilar.

Em 2014, interpreta a aristocrata Maria Marta, a vilã de Império, novela de Aguinaldo Silva substituta de Em Família. [10]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Especiais[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado
2006 Troféu Imprensa Melhor Atriz
Páginas da Vida
Venceu
2007 Emmy Award Melhor Atriz Indicado
Prêmio Contigo! de TV Melhor Atriz Venceu
Prêmio APCA Melhor Atriz Venceu
2008 Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz Coadjuvante
A Favorita
Venceu
2009 Festival de Cinema Brasileiro de Miami Melhor Atriz
Divã
Venceu
Troféu Imprensa Melhor Atriz
Viver a Vida
Venceu
Melhores e Piores - TV Press Melhor Atriz Venceu
Melhores da Revista da TV - O Globo Melhor Atriz Venceu
3° Prêmio Quem Acontece Melhor Atriz Venceu
Melhores e Piores - IG Melhor Atriz Venceu
2010 Emmy Award Melhor Atriz Indicado
2012 Troféu Imprensa Melhor Atriz
Fina Estampa
Venceu
Melhores do Ano Melhor Atriz Venceu[28]
Prêmio Contigo! de TV Melhor Atriz Venceu

Referências

  1. G1 (04 de outubro de 2010). Lília Cabral é indicada ao prêmio Emmy Internacional (em português) g1.globo.com. Visitado em 15 de maio de 2013.
  2. http://veja.abril.com.br/021298/p_130.html
  3. http://www.wix.com/sitefa/liliacabralnews
  4. http://veja.abril.com.br/021298/p_130.html
  5. http://veja.abril.com.br/021298/p_130.html
  6. http://estrelato.com/2007/10/09/lazaro-ramos-e-lilia-cabral-sao-finalistas-do-emmy-2007
  7. http://www.celebrities.com.br/noticias/noticias.asp?ID=6745
  8. Redação Rede Globo (19 de julho de 2011). Fina Estampa: Malvino Salvador e Sophie Charlotte gravam novela (em português) globo.com. Visitado em 6 de novembro de 2011.
  9. Redação Rede Globo (17 de junho de 2011). Fina Estampa: Lília Cabral terá aparência masculina na novela (em português) globo.com. Visitado em 6 de novembro de 2011.
  10. Gshow (10 de junho de 2014). Lilia Cabral encarna aristocrata decadente em 'Império' Extras - Império. Visitado em 22 de junho de 2014.
  11. http://videoshow.globo.com/VideoShow/Noticias/0,,MUL1677645-16952,00-EM+LILIA+CABRAL+INTERPRETOU+A+PERUA+MARGARIDA+EM+CORPO+A+CORPO.html
  12. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/dequinan.asp
  13. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/hipertensaoq.asp
  14. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/mandalaq.asp
  15. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/valetudoq.asp
  16. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/tietaq.asp
  17. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/portadorq.asp
  18. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/portadorq.asp
  19. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/pedraq.asp
  20. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/appealq.asp
  21. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/confissoesb.asp
  22. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/patriaq.asp
  23. Rede Globo (29 de abril de 2013). Saramandaia: José Mayer e Lília Cabral fazem par romântico Rede Globo > saramandaia. Visitado em 12 de junho de 2014.
  24. Gshow (17 de junho de 2013). Lilia Cabral define a Vitória de Saramandaia: 'Mocinha politicamente incorreta' Fique por dentro - Saramandaia. Visitado em 12 de junho de 2014.
  25. Lília Cabral fala sobre sua vilã Maria Marta O Planeta TV (11 de abril de 2014). Visitado em 06 de junho de 2014.
  26. Cinemateca Brasileira, A Partilha [em linha]
  27. Globo Filmes (01 de fevereiro de 2013). Carnaval dedicado ao cinema. Visitado em 15 de junho de 2013.
  28. Confira a lista dos vencedores dos Melhores do Ano do Domingão do Faustão


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedida por:
Renata Sorrah
por Senhora do Destino
Troféu Imprensa de Melhor Atriz
por Páginas da Vida

2007
Sucedida por:
Camila Pitanga
por Paraíso Tropical
Precedida por:
Fernanda Montenegro
por Belíssima
Prêmio Contigo! TV de Melhor Atriz
por Páginas da Vida

2007
Sucedida por:
Camila Pitanga
por Paraíso Tropical
Precedida por:
Leandra Leal
por Nome Próprio
Grande Prêmio Cinema Brasil de Melhor Atriz
por Divã

2010
Sucedida por:
Glória Pires
por Lula, O Filho do Brasil
Precedida por:
Patrícia Pillar
por A Favorita
Troféu Imprensa de Melhor Atriz
por Viver a Vida

2010
Sucedida por:
Mariana Ximenes
por Passione
Precedida por:
Mariana Ximenes
por Passione
Troféu Imprensa de Melhor Atriz
por Fina Estampa

2012
Sucedida por:
Adriana Esteves
por Avenida Brasil
Precedida por:
Cláudia Raia
por Ti Ti Ti
Melhores do Ano de Melhor Atriz
por Fina Estampa

2012
Sucedida por:
Adriana Esteves
por Avenida Brasil


Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.