Língua acholi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Acholi
 (Acoli, Shuli, Gang, Lwo)
Falado em: Uganda Uganda
Sudão Sudão
Total de falantes: 800.000
Família: Nilo-saariana
 Sudânica oriental
  Nilótica ocidental
   Luo
    Luo meridional
     Luo-acholi
      Acholi
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ach
ISO 639-3: ach

A língua acholi (também conhecida como acoli, akoli, acooli, atscholi, shuli, gang, lwoo, lwo, log acoli, dok acoli) é uma língua originalmente falada pelo povo acholi dos distritos de Gulu, Kitgum e Pader, uma região conhecida como Acholilândia no norte de Uganda. O acholi também é falado no sul do distrito de Opari, no Sudão. Em 1996 havia 773 800 falantes do acholi no mundo. Gradualmente esse número aumentou para mais de 800,000. Song of Lawino & Song of Ocol, bem conhecido na literatura africana foi escrito em acholi por Okot p'Bitek.

O acholi é uma das línguas luo, ramo das línguas nilóticas ocidentais, que pertence à família das línguas nilo-saarianas. O acholi, o alur e o lango possuem entre 84 e 90 por cento do vocabulário em comum [1] portanto são mutuamente inteligíveis.

Escrita[editar | editar código-fonte]

A língua Acholi usa o alfabeto latino sem as letras F, H, Q, V, X, Z; apresenta os encontros consonatais Bw, Ng, Ny, Pw;

Sons[editar | editar código-fonte]

O acholi possui harmonia vocálica: Todas as vogais em uma palavra pertencem a uma única classe (e.g. [kojo] o frio vs. [kɔjɔ] separar). Há dois conjuntos de vogais, distintos pela característica [+/-ATR].

[-ATR] Vogais do luo
. Frontal Central Anterior
Semi-fechada ɪ ʊ
Média-aberta ɛ ɔ
Aberta ɒ
[+ATR] Vogais em luo
. Frontal Central Anterior
Fechada i u
Média-fechada e o
Aberta a

O acholi é uma língua tonal. Assim, algumas palavras podem se distinguir apenas pelo tom, e.x. bèl (baixo) 'enrugado' vs. bél (alto) 'milho' e kàl (baixo) 'lugar fechado por uma paliçada' vs. kál (alto) 'milhete'. O tom desempenha um papel importante na conjugação do verbo.

Amostra de texto[editar | editar código-fonte]

I acakki piny Lok onoŋo tye, Lok tye bot Lubaŋa, Lok en Lubaŋa. Jami dcu en aye ceŋ otiyo, pe tye gin mo ma ceŋ giketo laboŋo en. I en con tye kwo, kwo meno con ceŋ pa dano.

Português

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus.Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. (João 1:1-);

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Ladefoged et.al., 1972:80.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Crazzolara, J.P. (1938) A study of the Acooli language. Grammar and Vocabulary. International Institute of African Languages and Cultures. London/New York/Toronto: Oxford University Press.
  • Kitching, Arthur Leonard (1932) An outline grammar of the Acholi language (first published 1907). London: Sheldon Press / Kampala: The Uganda Bookshop.
  • Ladefoged, Peter; Ruth Glick; Clive Criper; Clifford H. Prator; Livingstone Walusimbi (1972) Language in Uganda (Ford Foundation language surveys vol. 1). London/New York etc. Oxford University Press. ISBN 0-19-436101-2
  • Malandra, Alfred (1955) A new Acholi grammar. Kampala: Eagle Press.
  • Okidi, Festo (2000) Acholi for beginners: grammar, Acholi-English, English-Acholi. London: Pilato Books. ISBN 0-9539913-0-X
  • p'Bitek, Okot (1985) Acholi proverbs. Nairobi: Heinemann Kenya.
  • p'Bitek, Okot (1984) Songo of Lawino and Song of Ocol. (African writers series, 266). London: Heinemann Educational.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]