Língua aini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aini (Äynu)
Falado em: China
Região: Xinjiang
Total de falantes: 6.570
Família: Altaica
 Turcomanas
  Turcomanas Leste
   Aini
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: tut
ISO 639-3: aib

Aini ou Äynü é uma língua Turcomana falada no leste da China conhcecida com várias pronúncias e grafias como Aini, Aynu, Ainu, Eyni ou como em “Uyghur Abdal” (ئابدال), em escrita russa Эйну́, Айну, Абдал, pelos Chineses como Ainu.

Características[editar | editar código-fonte]

Alguns lingüistas consideram-na uma língua mista, pois sua gramática é Turcomana, essencialmente Língua uigur, porém, em vocabulário seria uma língua iraniana[1] . Outros lingüistas a consideram como não apresentando características de lígua mista.[2] É falada pelo povo nomade Äynu, que a denomina de língua Äynú (ئەينۇ) [ɛjˈnu]. Mesmo assim, não deve ser confundida com a língua Ainu, do Japão e Rússia. Com a qual não tem nenhuma relação.[2]

Distribuição geográfica[editar | editar código-fonte]

Äynu (Aini) é falada na China Oriental na província de Região Autônoma Xinjiang Uigur no extremo do deserto Taklamakan na bacia do rio Tarim.

Uso como língua secreta[editar | editar código-fonte]

Todos falantes de Aini são homens adultos. A língua uigur é falada com pessoas de fora da comunidade e com mulheres, que não falam o Aini. Uigur é falada em casa quando não é necessário esconder ou disfarçar algo.[3]

Escrita[editar | editar código-fonte]

A língua é raramente escrita, mas quando é usa a mesma escrita árabe usada pelo Uigur. São 33 letras, das quais dez são vogais

Fonologias[editar | editar código-fonte]

Consoantes[editar | editar código-fonte]

Fonemas consoantes
  Labial Alveolar Palatal Velar Uvular Glotal
Plosiva “Stop” p b t d     k g q      
Africativa         ʧ ʤ            
Fricativa   v s z ʃ       χ ʁ   ɦ
Nasal m n     ŋ        
Cons. “Flap”     r                
Lateral     l                
Aproximante       j            

Vogais[editar | editar código-fonte]

São oito os sons vogais:

  • um a - posterior - aberto;
  • um i - frontal - fechado
  • dois e - frontal - médio e fechado
  • dois o - médio - posterior e central
  • dois u - fechado - posterior e central

Numerais[editar | editar código-fonte]

Os numerais ‘’Aini’’ são originários do Persa.

1 yäk, 2 du, 3 si, 4 čar, 5 pänǰ, 6 šäš, 7 häp(t), 8 häš(t), 9 noh, 10 dah, 20 bist, 100 säd, 1000 hazar

Referências

  1. Bakker, Peter (2003), "Mixed Languages as Autonomous Systems", in Matras, Yaron; Bakker, Peter, The Mixed Language Debate: Theoretical and Empirical Advances, Trends in Linguistics, Berlin: Mouton de Gruyter, pp. 107–150, ISBN 3110177765 
  2. a b Johansson 2001
  3. Johansson, pg. 22..
  • Lars Johansson. 2001. Discoveries on the Turkic Linguistic Map. Swedish Research Institute in Istanbul Publications 5. Stockholm: Svenska Forskningsinstitutet i Istanbul. Page available online
  • Hayasi, Tooru. A Šäyxil vocabulary : a preliminary report of linguistic research in Šäyxil Village, southwestern Xinjiang. Kyoto: Faculty of Letters, Kyoto University, 1999.
  • Hayasi, Tooru. Lexical copying in Turkic: The case of Eynu. In: Asli Göksel - Celia Kerslake (eds.): Studies on Turkish and Turkic languages. Proceedings of the Ninth International Conference on Turkish Linguistics, Oxford, 1998. Turcologica 46. pp. 433-439. Wiesbaden: Harrassowitz, 2000.
  • Tietze, Andreas & Ladstätter, Otto. Die Abdal (Äynu) in Xinjiang. Österreichische Akademie der Wissenschaften. Philosophisch-historische Klasse. Sitzungsberichte 604. Wien: Verlag der Österreichischen Akademie der Wissenschaften, 1994.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]