Língua akhvakh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Akhvakh (Ашвaлъи мицIи)
Falado em: Sul do Daguestão, Azerbaijão
Total de falantes: 6500 (2006)[1]
Família: Norte Caucasiana
 Avar-Andic
  Andic
   Akhvakh-Tindi
    Akhvakh
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: cau
ISO 639-3: akv

A língua akhvakh (ou akhwakh) é uma língua norte caucasiana, do ramo das avar-andicas. É falada por 6500 pessoas[1] e tem três dialetos: kaxib, akhvakh do norte, akhvakh do sul (podendo ser este subdividido ainda nos subdialetos tlyanub e tsegob[2] ), os quais não são mutuamente inteligíveis[1] e talvez pudessem ser considerados com línguas separadas.

Entre um a dois milhares dos falantes vivem na vila Akhvakh-Dere, no distrito de Zaqatala no Azerbaijão, falando uma forma de akhvakh mais similar ao dialeto do Norte.

Akhvakh não tem uma forma padrão para escrita, embora use o alfabeto cirílico na forma da língua russa, ampliada com cerca de 20 combinações adicionais de letras. Não é ensinada em escolas, sendo seu uso quase que restrito aos lares, sendo o russo e o avar usados nas outras ocasiões na forma escrita ou falada.

Desde os anos 40 (séc. XX) tem havido um bom número de estudos linguísticos e alguns textos foram publicados, com estórias publicadas em 1949.

Vogais[editar | editar código-fonte]

Consoantes[editar | editar código-fonte]

Fonemas Consonantais do Akhvakh[3]
Labial Dental Alveolar Palatal Velar Uvular Epi-
glotal
Glotal
central lateral
"lenis" "fortis" "lenis" "fortis" "lenis" "fortis" "lenis" "fortis" "lenis" "fortis"
Nasal m n
Plosive Sonora b d ɡ
Surda (suave) p t k ʔ
Ejetiva kːʼ
Africada Sonora d͡ʒ
Surda (suave) t͡s t͡sː t͡ʃ t͡ʃː t͡ɬ t͡ɬː q͡χ q͡χː
Ejetiva t͡sʼ t͡sːʼ t͡ʃʼ t͡ʃːʼ t͡ɬː t͡ɬːʼ q͡χʼ q͡χːʼ
Fricativa Surda (suave) s ʃ ʃː ɬ ɬː ç x ʜ h
Sonora v z ʒ ɣ ʢ
Vibrante "Trill" r
Aproximante l j
  • Notar que os nomes das fontes das séries de epiglotais e "faringeais" estão apresentadas de forma indiscriminada nas tabelas, mesmo quando incluem plosivas. Assim claramente não são verdadeiras faringeais.

Notas e referências

Leituras adicionais[editar | editar código-fonte]

  • Wixman, Ronald. The Peoples of the USSR: An Ethnographic Handbook. (Armonk, New York: M. E. Sharpe, Inc, 1984) p. 8
  • Olson, James S., An Ethnohistorical Dictionary of the Russian and Soviet Empires. (Westport: Greenwood Press, 1994) p. 25-26
  • Магомедбекова З. М. Ахвахский язык: Грамматический анализ, тексты, словарь. Тб., 1967
  • Богуславская О. Ю. Ахвахский язык // Языки Российской федерации и соседних государств. Т. 1. М., 1997

Ligações externas[editar | editar código-fonte]