Língua bats

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bats (batsba motjiti)
Falado em: Geórgia
Região: Zemo-Alvani em Cachétia
Total de falantes: 3.420 (2000)
Família: Caucasiana Nordeste
 Nakh
  Bats
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: bbl

Bats (Batsi, Batsbi, Batsb, Batsaw, Tsova-Tush) é a língua do povo Bats, uma etnia minoritária do Cáucaso , e faz parte das Línguas nakh|, família das línguas caucasianas. Eram 2500 a 3000 falantes em1975, sendo em 3.420 em 2000.

Existe numa forma única, sendo que seus falantes preferencialmente usam a língua georgiana para escrita. Outras línguas Nakh são o checheno e o inguche, com as quais não tem inteligibilidade mútua.

História[editar | editar código-fonte]

Até meados do século XIX, os Tsoviansos viviam na região montanhosa da Tuchétia do nordeste da Geórgia. Acredita-se que essa etnia ali se estabeleceu bem antes junto com os Tuches alguns séculos depois foram assimilados a esse povo, sendo hoje um quatro subgrupos Tushes. A região do Tsova foi habitada por quatro grupos Bats: Sagirta, Otelta, Mozarta, Indurta, os quais depois vieram a se estabelecer em Zemo-Alvani.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A maioria dos falantes de Bats vive na vila de Zemo-Alvani, distrito de Akhmeta na planície da Cachétia. Há algumas famílias Bats em Tbilisi e em outras cidades maiores da Geórgia.

Fonologia[editar | editar código-fonte]

Vogais[editar | editar código-fonte]

Batsbi apresenta um típico sistema triangular com cinco vogais, com diferenciação entre curtas e longas (exceto para u que é somente curta). Há também seis ditongos, ei, ui, oi, ai, ou, au.[1] Todas vogais e ditongos apresentam formas alofones nasalizadasl como resultado de processos morfonêmicos ou fonéticos. Isso é representado por um sobrescrito n, como em kʼnateⁿ menino GEN.

Frontal Posterior
Fechada i, u
Média e [ɛ], o,
Baixa a,

Consoantes[editar | editar código-fonte]

Batsbi tem um inventário de consoantes bem típico das línguas Caucasianas do nordeste. De forma diversa do Checheno e do Inguche, a lingua Bats manteve a consoante lateral fricativa /ɬ/.

Consonant phonemes of Bats[2]
Modo Labial Dental1 Alveolar Palatal Velar Uvular Faringeal Glotal
Oclusiva Nasal m n
Surda p [pʰ] t [tʰ], c [t͜sʰ] č [t͡ʃʰ] k [kʰ] q [qʰ], ʔ
Sonora b d ʒ [d͜z] ǯ [d͡ʒ] g
Ejetiva tʼ tʼː [t͜sʼ] čʼ [t͡ʃʼ] qʼ qʼː
Fricativa Surda s sː ɬ š [ʃ] x xː ħ h
VSonora v z ž [ʒ] ǧ [ɣ] ʕ
Aproximante l lː r [ɾ] j

Escrita[editar | editar código-fonte]

A língua Bats é escrita numa variante própria da escrita Mkhedruli (alfabeto georgiano) com 48 letras e também em menor escala com o alfabeto cirílico

Gramática[editar | editar código-fonte]

A primeira gramática do Bats – Über die Thusch-Sprache – foi compilada pelo estudioso orientalista alemão Anton Schiefner (1817–1879) . Foi a primeira gramática feita com baseada em princípios científicos para uma língua Caucasiana. [3]

Classes de substantivos[editar | editar código-fonte]

Análises tradicionais identificaram que Bats apresenta oito classes de substantivos, a maior quantidade dentre as línguas caucasianas do nordeste. Porém, análises mais modernas reduziram esse número para cinco classes. Essa análise (similar para a língua lak se resume conforme segue:

Ident. Sing. Plur. Descrição Exemplos
M v b humanos machos mar "marido"
ʕuv "pastor"
voħ "filho"
F j d humanos fêmeas nan "mãe"
pstʼu "esposa"
joħ "filha"
D d d diversos bader "criança"
kʼuit’ĭ "gato"
dokʼ "coraçãt"
ditx "carne"
Bd b d animais carkʼ "dente"
maiqĭ "pão"
qʼar "chuva"
J j j diversos pħu "cão"
ča "urso"
matx "sol"
*Bd/J b j partes do corpo (15 substantivos) bak "pulso"
bʕarkʼ "olho"
čʼqʼempʼŏ ‘garganta’
*D/J d j partes do corpo (4 substantivos) batʼr "lábio", larkʼ "ouvido"
tʼotʼ "mão", čʼamaǧ "bochecha"
*B/B b b somente 3 palavras borag "chinelo"
čekam "bota"
kakam "pullover"

Nessa análise, as três últimas classes acima são exemplos de “gênero não definível” e apresentam poucos casos, em quantidades insuficientes para que se definam classes independentes das demais cinco. Pode-se dizer que são casos de declinação com uma classe no singular, uma noplural. Exemplo: o grupo chamado B/B se comporta no singular como se fosse da classe Bd e no plural como se fosse “humano macho”.

Casos de substantivos[editar | editar código-fonte]

Batsbi tem nove casos gramaticais, embora na grande maioria dos casos os substantivos nas suas formas Ergativa e Instrumental sejam idênticos.

Cases Singular Plural Singular Plural
Nominativo nekʼ nekʼi cokʼal cokʼli
Genitivo nekʼen nekʼan cokʼlen cokʼlan
Dativo nekʼen nekʼin cokʼlen cokʼlin
Ergativo ,
Instrumental
nekʼev nekʼiv cokʼlev cokʼliv
De contato nek’ex nekʼax cokʼlex cokʼlax
Alativo nekʼegŏ nekʼigŏ cokʼlegŏ cokʼligŏ
Adverbial nekʼeǧ nekʼiǧ cokʼleǧ cokʼliǧ
Comitivo nekʼcin,
nekʼecin
nekʼicin cokʼlecin cokʼlicin
“faca” “raposa”

Numerais[editar | editar código-fonte]

Assim como nas demais línguas Caucasianas, a numeração Batsbi é de base vigesimal (20), o que leva décadas maiores. 40 šauztʼqʼ é formado por 2 × 20 e 200 icʼatʼqʼ por 10 × 20. Quando modificam substantivos, o numeral precede o substantivo.

Números básicos
1 cħa 11 cħajtʼː 1+10
2 ši 12 šiitʼː 2+10
3 qo 13 qoitʼː 3+10
4 Dʕivʔ 14 Dʕevajtʼː 4+10
5 pxi 15 pxiitʼː 5+10
6 jetx 16 jetxajtʼː 6+10
7 vorɬ 17 vorɬajtʼː 7+10
8 barɬ 18 barɬajtʼː 18+10
9 isː 19 tʼqʼexc’ 20-
10 itʼː 20 tʼqʼa
Décadas maiores
21 tʼqʼacħa 20+1
22 tʼqʼaš 20+2
30 tʼqʼaitʼː 20+10
31 tʼqʼacħaitʼː (20+10)+1
32 tʼqʼašiitʼː (20+10)+2
40 šauztʼqʼ 2×20
50 šauztʼqʼaitʼː (2×20)+10
60 qouztʼqʼ 3×20
70 qouztʼqʼaitʼː (3×20)+10
80 Dʕe(v)uztʼqʼ 4×20
90 Dʕe(v)uztʼqʼaitʼː (4×20)+10
100 pxauztʼqʼ 5×20
120 jexcʼatʼqʼ de jetxcʼatʼqʼ
160 barɬcʼatʼqʼ 8×20
200 icʼatʼqʼ de itʼːcʼatʼqʼ
1000 atas do Georgiano

Em Bats, bem como em suas línguas mais aproximadas, o chechano e o inguche, o numeral Dʕivʔ "quatro" em verdade se inicia com um marcador de classe representado por D (condição default, ou outra letra maiúscula para outras classes). Ese marcador vai concordar com a classe do substantivo que é modificado pelo numeral, mesmo se esse substantivo não esteja claramente expresso e somente aparente através do contexto pragmático ou discursivo. Ex: Vʕivʔev "quatro (machos)". Isso é visível na palavra "quatro" em si, como em suas derivadas.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. HG1994
  2. Holisky, Dee Ann and Gagua, Rusudan, 1994. "Tsova-Tush (Batsbi)", in The indigenous languages of the Caucasus Vol 4, Rieks Smeets, editor. Caravan Books, pp. 147-212
  3. Kevin Tuite (2007). The rise and fall and revival of the Ibero-Caucasian hypothesis, pp. 7-8. Historiographia Linguistica, 35 #1.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]