Língua bezhta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bezhta
Falado em: Sul de Daguestão
Total de falantes: 6.200 pessoas
Família: Caucasiana nororiental
Códigos de língua
ISO 639-1: cau
ISO 639-2: cau

A Língua Bezhta (ou Bezheta) (Bezhta: бежкьалас миц, bežƛalas mic), também conhecido como Kapucha (do nome de uma grande aldeia), pertence ao grupo tsez da família de línguas do Cáucaso do Norte. É uma língua falada por cerca de 6.200 pessoas no sul do Daguestão, Rússia.

Bezhta pode ainda ser dividido em três dialetos - Bezhta próprio, Tljadali e Hoshar-Hota - que são faladas em várias aldeias da região. As suas descendentes línguas mais próximos são Hunzib, Tsez, Khwarshi e Hinukh. Ela também está relacionada à língua Avar, mas os dois não são mutuamente inteligíveis. Bezhta é uma linguagem não-escrita, mas as várias tentativas foram feitas para desenvolver uma ortografia oficial para o idioma. O povo Bezhta usa a língua Avar como língua literária. O primeiro livro impresso em Bezhta foi o Evangelho de Lucas.

Fonologia[editar | editar código-fonte]

O Bezhta tem um consonântico rico e - ao contrário dos seus descendentes Tsez e Avar - um inventário vocálico relativamente grande (18 fonemas vocálicos distintos), em comparação com outras línguas da mesma família.

Morfologia[editar | editar código-fonte]

A língua Bezhta é aglutinante e é de grande quantidade de casos locativos faz seu sistema caso particularmente rico. A morfologia do verbo, porém, é relativamente simples. É uma língua ergativa, ou seja, que, na sua gramática, identifica o sujeito de verbos intransitivos.

Numerais[editar | editar código-fonte]

Diferente de Tsez, Bezhta tem um sistema decimal com a palavra por vinte sendo uma exceção.

  Latim Cirílico
1 hõs гьонс
2 qʼona къона
3 łana лъана
4 ṏqʼönä оьнкъоьнаь
5 łina лъина
6 iłna илъна
7 aƛna алIна
8 beƛna белIна
9 äčʼena аьчIена
10 acʼona ацIона
20 qona хъона
100 hõsčʼitʼ / -čʼitʼ гьонсчIитI / -чIитI
1000 hazay гьазай
  • Múltiplos de 10 superior a 20 são formados pela adição do sufixo -yig (-йиг) ao multiplicador. Assim, a palavra para 30 é łanayig (лъанайиг).
  • Números compostos são formados pela justaposição, o menor número seguindo os maiores. O número 47, portanto, expressa assim ṏqʼönäyig aƛna (оь н къоьнаьйиг алIна).

Amostra da língua Bezhta[editar | editar código-fonte]

Esta é um trecho tirado do Evangelho de Lucas, escrito em cirílico baseada em Avar e checheno, uma transcrição latinizado, uma no IPA e uma em português.

CYRILLIC LATIN TRANSCRIPTION IPA TRANSCRIPTION TRADUÇÃO
Гьогцо гьоллохъа нисос: Hogco holloqa nisos: [hoɡ.t͡so holː.o.qɑ ni.sos Jesus disse aos discípulos:
Доьъа богьцалаъ вагьда̄ ниса: Dö'a bohcala' wahdā nisa: dɜʔ.ɑ boh.t͡sɑ.lɑʔ wɑh.dɑː ni.sɑ Quando você for orar, reza assim:
«Йа̄ Або, Дибо ца̄н аьдамла̄ илагьияб бикӀзи йовала, «Yā Abo, Dibo cā̃ ädamlā ilahiyab bikʼzi yowala, jɑː ʔɑ.bo, di.bo t͡sɑ̃ː ʔa.dɑm.lɑː ʔi.lɑ.hi.jɑb bikʼzi jo.wɑ.lɑ "Ó Pai, oramos para que seu nome será sempre santificado,
Дибо Парчагьлъи йонкъала; Dibo Parčahłi yõqʼala; di.bo pɑr.t͡ʃɑh.ɬi jõ.qʼɑ.lɑ Oramos para que venha vos reino;
Шибаб водиъ баццас баьба илол нилӀа; Šibab wodi' baccas bäba ilol niƛa; ʃi.bɑb wo.diʔ bɑt͡sː.ɑs ba.bɑ ʔi.lol ni.tɬɑ dai-nos o nosso alimento de cada dia;
Илла мунагьла̄кьас кьодос тилӀки, судлӀо нисода илена къацӀцӀола илол кешлъи йо̄вакьас кьодос тилӀбакца. Illa munahlāƛʼas ƛʼodos tiƛki, sudƛo nisoda ilena qʼacʼcʼola ilol kešłi yōwaƛʼas ƛʼodos tiƛbakca. ʔi.lːɑ mu.nɑh.lɑːtɬʼ.ɑs tɬʼo.dos ti.tɬki, sud.tɬo ni.sɔ.dɑ ʔi.le.nɑ qʼɑt͡sʼː.o.lɑ ʔi.lol keʃ.ɬi joː.wɑ.tɬʼɑs tɬʼo.dos ti.tɬbɑk.t͡sɑ Perdoai-nos as nossas ofensas, pois perdoamos a quem nos tem ofendido
Ми илос гьаьл бикъелална уьнхолъа̄къа.» Mi ilos häl biqʼelalna ü̃xołāqʼa.» mi ʔi.los hal bi.qʼe.lɑl.nɑ ʔɨ̃.χo.ɬɑː.qʼɑ] E não deixai-nos cair em tentação."

Referências

1. ^ Shirin Akiner, Islamic Peoples of the Soviet Union, 2nd ed. (KPI, Distributed by Routledge & Kegan Paul, 1986: ISBN 0-7103-0188-X), p. 253. 2. ^ Ethnologue