Língua kuna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kuna (Dulegaya)
Falado em: Panamá, Colômbia
Total de falantes: ~ 58.700
Família: Chibchana
 Kuna–Colombiana
  Kuna
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: ambos:
cuk — de San Blas
kvn — da Fronteira

A Língua Kuna, falada por cerca de 60 mil pessoas dos Cunas (povo) do sudeste do Panamá e do noroeste da Colômbia e que pertence à famílias das línguas chibchanas.

Variantes[editar | editar código-fonte]

Há duas variantes da língua, por alguns consideradas como dialetos, por outros com línguas separadas. É também chamada de Cuna, San Blas ou Insular e da Fronteira ou das Montanhas.

Fonética[editar | editar código-fonte]

Vogais[editar | editar código-fonte]

Anterior Central Posterior
Fechada i u
Média e
Aberta a

As vogais podem ser curtas ou longas.

Consoantes[editar | editar código-fonte]

Labial Alveolar Palatal Velar
Cons. Oclusiva solta p t k
Cons. Oclusiva tensa
Cons. Nasal solta m n
Cons. Nasal tensa
Africade
Fricativa s
Cons. Lateral solta l
Cons. Lateral tensa
Rótica r
Aproximante w j

A maioria das [[consoantes podem se apresentar como curtas (“soltas”) ou longas (“tensas”), As consoantes longas somente se apresentam entre vogais. Porém, não são sempre resultados de concatenação de morfemas e, por vezes, diferem bem das curtas análogas. Como exemplo temos que as longas oclusivas p, t, k são pronunciadas como surdas, com duração maior do que ocorre nas línguas ocidentais. Suas respectivas consoantes curtas b, d, g são pronunciadas sonoras quando entre vogais ou junto a sonoras como m, n, l, r, y, w (são escritas usando b, d, g do alfabeto Kuna).

No início de palavras, as oclusivas podem ser pronunciadas tanto como surdas, como sonoras, sendo usualmente surdas ao final de palavras. (as longas nunca ficam no fim ou no início de palavras). Num caso ainda mais extremo, o S longo é pronunciado [tʃ]. Consoante longas muito fortes se tornam fracas (surdas) antes de outra consoante.

A alveolar /s/ se torna palatal - palatal [ʃ] depois de /n/ our /t/. O /k/, seja longo ou curto, se torna [j] antes de outra consoante.

Morfologia[editar | editar código-fonte]

Kuna é um língua aglutinante que apresenta palavras com até nove morfemasis, sendo, porém, bem mais comuns as palavras com dois ou três morfemas. A maior complexidade morfológica está presente nos verbos, que apresentam sufixos de tempo e aspecto, plurais, negação, posição física (sentado, em pé), condições adverbiais. Não há marcação de pessoa nos verbos.

Amostras[editar | editar código-fonte]

  • Nuwedi = Obrigado, bom dia
  • Nuweigambi = feliz em vê-lo(a)
  • Beikeni ginika? = Qual é teu nome?
  • Anugaden ... = Meu nome é ...
  • Beiya benega? = De onde você é?
  • Takeimalo = Adeus

Notas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Llerena Villalobos, Rito. (1987). Relación y determinación en el predicado de la lengua Kuna. Bogotá: CCELA – Universidad de los Andes. ISSN 0120-9507 (em espanhol)

Externas[editar | editar código-fonte]