Língua runyankole

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
runyankole (nyankole)
Outros nomes: nkole, ulunyankole, ulunyankore
Falado em: Uganda Uganda
Total de falantes: 1,643,193 (1991)
Família: Nigero-congolesa
 Atlântico-Congo
  Volta-Congo
   Benue-Congo
    Bantóide
     Meridional
      Bantu-estreito
       Central
        J
         Nyoro-Ganda
          runyankole
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: bnt
ISO 639-3: nyn

O runyankole (ou nkole, nyankole, ulunyankole, ulunyankore) é uma língua bantu falada pelo banyankole no sudoeste de Uganda. Existem aproximadamente 1.5 milhões de falantes natives dessa língua, principalmente nos distritos de Mbarara, Bushenyi, Ntungamo, Kiruhura, Ibanda, Isingiro, Rukungiri. O runyankore é parte de uma macrolíngua da África Centro-Oriental falada com grandes variações pelos banyankore, bakiga, banyoro, e batooro em Uganda; banyambo, nyakusa, nyamwezi, bahaya na Tanzânia; Alguns grupos étnicos do Congo, Burundi e Rwanda. Essas tribos faziam parte do Reino Bunyoro-Kitara durante os séculos XIV a XVI.

Há uma breve descrição e guia de estudos para essa língua, escrito por C. Taylor nos anos 50 e um dicionário. O runyankole é falado por quase todos os ugandenses dessa região, a maioria dos quais também fala inglês, especialmente nas cidades. O ingles é a língua oficial, e a língua ensinada nas escolas.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]