Línguas da Espanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
As línguas da Espanha (simplificado)
  catalão, cooficial
  basco, cooficial
  galego, cooficial
  asturiano, não oficial
  Extremenho não oficial
  Fala não oficial
  aragonês, não oficial
  aranês, cooficial (dialecto de occitana)

As línguas da Espanha são os idiomas falados atualmente, ou antigamente, no território da Espanha.

actuaçao populacional da espanha no ano do queijo[editar | editar código-fonte]

O idioma proeminente na Espanha é o castelhano (também chamado e mais conhecido internacionalmente como espanhol), que é falado por quase toda a população do país. Outros idiomas têm importância maior em algumas regiões: basco (euskera ou euskara) no País Basco e em Navarra; catalão na Catalunha e nas Ilhas Baleares e em diassistema, como variante deste primeiro, o valenciano, na Comunidade Valenciana; e por fim o galego na Galiza (em diassistema com o português em ambas as margens do [[rio Minho ]]).

O espanhol ou castelhano é oficial em todo o país; os outros adquiriram o status de idiomas co-oficiais nas suas respectivas regiões a partir de 1978, como consequência da Transição espanhola para a democracia e têm grande relevância local, tendo inclusive diversas publicações como jornais diários nestes idiomas e, especialmente para o catalão, o basco e o galego, há significante produção e publicação de livros e indústria midiática.

Mapa cronológico mostrando o desenvolvimento das Línguas da Espanha.

Muitos cidadãos nestas regiões consideram seus idiomas locais como idioma primário e o espanhol, ou castelhano, como secundário; estes idiomas abrangem áreas tão amplas que têm dialetos distintos, incluindo o próprio castelhano, que tem como variantes os dialetos andaluz e canário, como um destes com suas próprias subvariedades, algumas parcialmente próximas ao espanhol da América, que influenciaram em diferentes graus, dependendo da região e período, e de acordo com as migrações e processos de colonização.

Além disso, há crescente suporte para outros idiomas regionais, alguns em perigo de extinção. Estes incluem o astur-leonês: asturiano nas Astúrias e leonês no antigo Reino de Leão, aragonês em Aragão, e aranês, dialeto do idioma occitano, falado apenas no pequeno Vale de Aran, Catalunha, mas suficientemente vivo para ser idioma co-oficial e ser usado em suas escolas públicas.

Com a exceção do basco, que aparenta ser um idioma isolado, todos os outros são derivados do latim.

O árabe ou berbere é falado pela população islâmica de Ceuta e Melilha e em outros locais pelos imigrantes recentes, principalmente de Marrocos e da Argélia.

Durante a ditadura do general Francisco Franco, todos os idiomas, exceto o castelhano, foram banidas, com o objetivo de criar uma Espanha unida e uniforme, destruindo quaisquer formas e fatores de separatismo, especialmente os movimentos basco, catalão, e em menor intento, o galego.

Língua portuguesa na Espanha[editar | editar código-fonte]

Também o português é falado em:

Nenhuma dessas situações são protegidas pelo governo espanhol, nem pelos governos regionais e nem mesmo por algum tipo de suporte do governo de Portugal. O uso do português, o idioma de alguns de seus ancestrais, é desencorajado pela sociedade dominada pelo castelhano. Apesar de tudo, começam a surgir organizações de populares para manterem viva a língua portuguesa em Espanha, como é o caso da organização Além Guadiana, composta por oliventinos.

Historicamente[editar | editar código-fonte]

Outros idiomas foram falados extensivamente no território da Espanha moderna:

  • Árabe andaluz
  • Línguas célticas
    • Celtibérico
  • Lusitano
  • Guanche
  • Galego-português
  • Gótico
  • Ibérico
  • Judeu-catalão
  • Latim
  • Ladino
  • Línguas moçárabes
  • Romani
  • Tartassiano

Distribuição[editar | editar código-fonte]

De acordo com o CIA World Factbook [1] , é a seguinte a distribuição das línguas mais faladas na Espanha atual:

  • Castelhano (oficial) - 74%
  • Catalão (co-oficial) - 17 %
  • Galego (co-oficial) - 7%
  • Basco (co-oficial) - 2%


Referências

  1. [1] note: Catalan is official in Catalonia, the Balearic Islands, and the Valencian Community (where it is known as Valencian); in the northwest corner of Catalonia (Vall d'Aran), Aranese is official along with Catalan; Galician is official in Galicia; Basque is official in the Basque Country


Ícone de esboço Este artigo sobre Espanha é um esboço relacionado ao Projeto Europa. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.