Línguas japônicas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As línguas japónicas são uma família de línguas, que incluí o idioma japonês, tais como as línguas ryukyuanas faladas nas ilhas Ryūkyū. A família é amplamente aceite pelos linguistas, é foi cunhada de "línguas japónicas", por Leon Serafim.[1] A língua ancestral comum é denominada de idioma proto-japónico.[2] A principal característica desta classificação é divisão na família resultou na separação de todos os dialectos dos japoneses a partir de todas as variantes de Ryukyu. De acordo com Shiro Hattori, esta separação deu-se durante o período Yamato (250-710).[3]

Aspectos históricos, sociais e culturais[editar | editar código-fonte]

Não há uma prova definitiva universalmente aceita da relação entre as línguas japónicas e outras línguas, mas há várias teorias apoiadas em uma série de evidências:

  • A teoria mais aceita relaciona as línguas japónicas com a antiga língua de Goguryeo. Outros vão mais além e incluem uma família que inclui também os idiomas Fuyu e Baekje.
  • Outra teoria, também bastante aceita (embora durante muito tempo rechaçada por questões políticas) é a correlação com o coreano, uma vez que a gramática é praticamente igual, embora o léxico seja bastante diferente.
  • Há uma teoria, aceita, mais ainda controversa, de que as línguas japónicas integram as línguas altaicas.
  • Por último, há uma teoria relacionando as línguas japónicas às línguas do centro e sul do Pacífico, ou seja, às línguas malaio-polinésias. Esta hipótese é considerada improvável pela maioria dos linguistas[carece de fontes?]. Estudos lexico-estatísticos revelaram que o idioma moderno com o léxico mais parecido com as línguas japónicas é o uigur, idioma aparentado ao turco[carece de fontes?].

Em vista da ausência de provas incontestáveis, alguns vêem nessas semelhanças um simples "sprachbund" e que essas semelhanças são apenas resultados da convivência entre esses povos da Ásia Central ao longo de milénios[carece de fontes?].

Classificação[editar | editar código-fonte]

  • As línguas japónicas (ou japonês-ryukyuano) são:[4]

Referências

  1. Shimabukuro, Moriyo. (2007). The Accentual History of the Japanese and Ryukyuan Languages: a Reconstruction, p. 1.
  2. Miyake, Marc Hideo. Old Japanese: a Phonetic Reconstruction. [S.l.: s.n.], 2008. 312 pp. p. 66. ISBN 0203510720.
  3. Heinrich, Patrick. "What leaves a mark should no longer stain: Progressive erasure and reversing language shift activities in the Ryukyu Islands," First International Small Island Cultures Conference na Universidade de Kagoshima, Centre for the Pacific Islands, 7-10 de fevereiro de 2005; citado por Shiro Hattori. (1954) Gengo nendaigaku sunawachi goi tokeigaku no hoho ni tsuite ("Concerning the Method of Glottochronology and Lexicostatistics"), Gengo kenkyu (Journal of the Linguistic Society of Japan), Vols. 26/27.
  4. Christopher Beckwith, 2007, Koguryo, the Language of Japan's Continental Relatives, pp 27–28
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.