Línguas mongólicas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Linguistic map of the Mongolic languages.png

As línguas mongólicas são um grupo de 13 línguas faladas na Ásia Central. Alguns lingüistas propõem que estas línguas, assim como a língua turca e as línguas tungúsicas da Sibéria sejam classificadas na família das línguas altaicas, porém esta hipótese não é unanimemente aceita.

A mais conhecida das línguas mongólicas, o mongol, que é escrita com o alfabeto cirílico, é a língua oficial e a mais falada da República da Mongólia. É também falada na Mongólia Interior (que pertence à República Popular da China) e em regiões da Sibéria russa.

Classificação das línguas mongólicas[editar | editar código-fonte]

As 13 línguas mongólicas são normalmente classificadas da seguinte forma:

  • Grupo Mongólico central
    • Calca mongol (língua oficial da Mongólia)
    • Oirata
    • Kalmyk (Calmique)
    • Darkhat
    • Ordos (forma nativa: Urdus. Obs.: não confundir com a língua urdu do Paquistão)
    • Khorchin
  • Mongólico do norte
    • Buryat (Dialetos: Bargu, Khori, Aga, Ekhirit, Unga, Ninzne-Udinsk, Barguzin, Tunda, Oka, Alar, Bohaan, Bulagat)
    • Mongol Khamnigan
  • Mongólico do nordeste
    • Dagur (Daur)
  • Mongólico do sudeste (ou seja, as línguas mongólicas Qinghai-Gansu)
    • Monguor (também chamado de Tu. Dialetos: Mongul, Mangghuer)
    • Kangjia
    • Bonan
    • Dongxiang
  • Mongólico sul-central
    • Uigur do Leste (ou Shira Yugur)
  • Mongólico do sudoeste
    • Moghol (Mogholi, Mogol)