Línguas tocarianas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde Julho de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Tópicos indo-europeus

Línguas indo-europeias
Albanês · Anatólio · Armênio
Báltico · Céltico · Dácio · Germânico
Grego · Indo-iraniano · Itálico · Frígio
Eslavo · Trácio · Tocariano
 
Povos indo-europeus
Albaneses · Anatólios · Armênios
Bálticos · Celtas · Germanos
Gregos · Indo-arianos · Indo-iranianos
Iranianos · Ítalos · Eslavos
Trácios · Tocarianos
 
Proto-indo-europeus
Língua · Sociedade · Religião
 
Hipóteses Urheimat
Hipótese Kurgan · Hipótese anatólia
Hipótese armênia · Hipótese indiana · TCP
 
Estudos indo-europeus

As línguas tocarianas ou tocárias[1] constituem um dos ramos mais obscuros da família indo-européia, já extinto.

Dois idiomas pertencentes ao ramo são hoje conhecidos, o tocariano A e o tocariano B, falados entre os séculos VI e VIII na Bacia do Tarim, na Ásia Central, no território correspondente à atual província de Xinjiang, na China.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. "Tocariano"e "tocário" são as únicas formas registradas para a língua portuguesa no dicionários Houaiss e Aurélio.
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.