Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ló e suas filhas - Orazio Gentileschi (c. 1621)
Museu Thyssen-Bornemisza, Madrid

(também conhecido por Lot), personagem bíblico do Antigo Testamento, era, conforme o livro sagrado dos israelitas e cristãos, da linhagem de Sem, neto de Terá, filho de Harã e sobrinho de Abraão.[1]

Mitologia[editar | editar código-fonte]

Origem dos povos Moabitas e Amonitas - A Bíblia é a fonte da história dos patriarcas - entre estes,Abraão. Segundo a Mitologia israelita, Ló é o ancestral dos moabitas e amonitas, povos vizinhos da antiga Israel. Ele morava, conforme os relatos bíblicos, em Ur, junto com seu pai, Harã. Harã morreu em Ur e quando Abraão foi chamado pelo deus hebreu para ir até Canaã (nome alternativo para Israel), Ló foi junto com ele. Eles foram até Harã, onde ficaram por um tempo (em Harã Terá faleceu com 205 anos de idade). Depois eles foram até Canaã. Devido à grande quantidade de bens que Abraão e Ló possuíam, os dois se separaram como está em gêneses 13. Abraão ficou em Canaã e Ló foi se dirigindo para Sodoma. Houve uma guerra pouco tempo depois e Sodoma foi saqueada e Ló foi levado cativo. Ouvindo isso Abraão junto com 318 homens foram e derrotaram os inimigos, libertando a Ló.

Depois disso, Yahweh avisou a Abraão que destruiria as míticas cidades Sodoma e Gomorra, por causa dos seus grandes pecados. Abraão intercedeu por seu sobrinho Ló filho .[2] Dois anjos foram enviados para Sodoma para tirar Ló e sua família de lá. Quando eles saíssem eles não poderiam olhar para a cidade, devendo ir para as montanhas, ou então morreriam. De madrugada, Ló, sua mulher e suas duas filhas deixaram a cidade. "Então o Senhor fez chover fogo e enxofre sobre Sodoma e Gomorra"[3] . Ele destruiu as cidades, o vale, os seus moradores e toda a vegetação da região. Enquanto eles fugiam, a mulher de Ló olhou para trás e foi transformada em uma estátua de sal, que, segundo a crença dos antigos israelitas, deu origem a salinidade do Mar Morto.[4] [5]

Segundo a mitologia israelense, ele foi para uma caverna com suas duas filhas. Pensando ser os únicos sobreviventes no mundo e para continuar a linhagem de Ló, estas o embebedaram, cada uma em uma noite, e se deitaram com o pai. O resultado disso foi o nascimento de Moabe e Ben-Ami, de quem viriam, segundo o mito, os moabitas e os amonitas, respectivamente.[6] Amon e Moabe correspondem à atual Jordânia[7]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre

Referências

  1. Gênesis 11:27; 12:4,5; 13:1-13; 14:1-16
  2. Gênesis 18: 16-33
  3. Bíblia. Título não preenchido. Favor adicionar. [S.l.: s.n.]. p. Gênesis 19:24.
  4. DE ALMEIDA, João Ferreira. Bíblia Sagrada. 7ª. ed. Santo André, São Paulo, Brasil: [s.n.], 2007. p. Gênesis 19:26.
  5. Bíblia. [S.l.: s.n.]. p. Gênesis 13:10.
  6. Gênesis 19:31-38
  7. Bienkowski, Piotr. Early Edom and Moab: The Beginning of the Iron Age in Southern Jordan. [S.l.]: Sheffield:J R Collis Publications, 1992. ISBN 0906090458.


Ícone de esboço Este artigo sobre a Bíblia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Mitologia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.