Lóquio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde maio de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Lóquios são denominados as perdas de sangue, muco e tecidos do interior do útero durante o período puerperal.

Cedo no puerpério, a descamação da decídua e o sangramento resultam em corrimento vaginal de quantidade variável, chamado de lóquio.

Os lóquios caracterizam-se, microscopicamente, por eritrócitos, células epiteliais, fragmentos de decídua e bactérias. Nos primeiros 3 dias de pós-parto, tem-se a loquiação vermelha (locchia rubra), constituída principalmente por sangue e debris trofoblásticos. Do 3o ao 10o dia, tem-se a locchia fusca, de coloração marrom-acastanhada pela degradação da hemoglobina. Após o 10o dia, tem-se a locchia flava (loquiação amarela), de aspecto purulento e com odor semelhante a queijo; sendo que em condições patológicas (infecções) pode adquirir odor putrefato desagradável. A partir do 21o dia, tem-se a locchia alba (loquiação branca), de aspecto pouco mais fluido que clara de ovo, e consiste na esfoliação normal do endométrio.

Se houver persistência de coloração avermelhada depois de duas semanas deve-se considerar a possibilidade de persistência de restos ovulares e/ou subinvolução do sítio de implantação da placenta. O odor fétido pode estar relacionado à infecção puerperal ou à vaginose bacteriana (provocada, dentre outras, pela bactéria Gardnerella vaginalis).


Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.