Lúcia Tereza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lúcia Tereza
Deputada estadual -  Rondônia
Mandato Junho de 2012
Outubro de 2012*
Prefeita de Espigão do Oeste -  Rondônia
Mandato 1 de janeiro de 2005
até 31 de dezembro de 2008
Sucessor(a) Célio Renato da Silveira
Prefeita de Espigão do Oeste -  Rondônia
Mandato 1 de janeiro de 2001
a 31 de dezembro de 2004
Deputada estadual  Rondônia
Mandato 1992 - 1996
Deputada estadual  Rondônia
Mandato 1988 - 1992
Prefeita de Espigão do Oeste  Rondônia
Mandato 1982 - 1988
Antecessor(a) Nenhum
Vida
Nascimento 31 de outubro de 1947 (66 anos)
Presidente Prudente (São Paulo)
Dados pessoais
Cônjuge Brasil Sebastião Rodrigues dos Santos
Profissão Política e Educadora

Lúcia Tereza Rodrigues dos Santos (Presidente Prudente, 31 de outubro de 1947) é uma educadora e política brasileira. Em 1982 na 1ª eleição para a prefeitura de Espigão do Oeste (Rondônia), foi eleita prefeita do município, vencendo outros cinco candidatos, sendo eleita com a maioria absoluta dos votos. Foi a primeira mulher a ser eleita prefeita na Amazônia.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Desde muito jovem Lúcia Teresa tinha o pensamento voltado para a área educacional e, por esse motivo, fez o curso de Magistério, concluindo-o em 1969. Iniciou suas atividades profissionais como professora em 1970, quando começou a lecionar em uma fazenda localizada em Teodoro Sampaio (São Paulo). Em 1970 casou-se com Sebastião Rodrigues dos Santos e foram residir em Três Lagoas (Mato Grosso do Sul).

Em 1973, mudou-se para Espigão do Oeste (Rondônia), onde em 1975 assumiu a direção da Escola 7 de Setembro permanecendo nessa função por sete anos. Paralela à função de educadora, atuou também na orientação dos professores rurais e principalmente na assistência aos doentes e carentes da cidade. Essa dedicação e abnegação fizeram com que todos aqueles a considerassem como uma mulher, uma extremosa mãe e lhe deram um apelido carinhoso: “Mamãe Lúcia”.

Em 1982 candidatou-se a Prefeita no nosso município, concorrendo com cinco candidatos, sendo eleita com a maioria absoluta dos votos. Foi a primeira mulher a ser eleita prefeita na Amazônia. Foi com essa eleição com essa que ela começou a escrever a sua história no campo da diplomacia, sempre impelida pelo desejo de servir.

Em 1988 ganha uma cadeira na Assembleia Legislativa de Rondônia, onde por dois mandatos trouxe muitos recursos a Espigão do Oeste.

Em 2001 assume novamente a prefeitura de Espigão do Oeste, onde foi reeleita ao cargo por mais quatro anos em 2004.

Lúcia Tereza também já foi candidata a Câmara Federal, não sendo eleita. Em 2010 foi novamente candidata a Assembleia Legislativa de Rondônia, e também não foi eleita, no entanto, Lúcia Tereza é a segunda suplente, e a próxima a assumir o cargo de deputada estadual, caso haja novos imprevistos, já que Kaká Mendonça, o primeiro suplente, já assumiu o cargo de deputado.


Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.