Lúcio Bala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde julho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Lúcio Bala
Informações pessoais
Nome completo Lucenilde Pereira da Silva
Data de nasc. 14 de janeiro de 1975 (39 anos)
Local de nasc. Alvorada (TO),  Brasil
Altura 1,77 m
Apelido Lúcio Bala
Informações profissionais
Clube atual Brasil Luziânia
Número 7
Posição Meio-Campo
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
19951996
1997–1998
1998–1999
2000
2000
2001
2002
2003–2004
2004
2004
2005
2005
2006
2006
2007
2008
2009
2009
2010
2011
2011
2012
2012
2012
2013
2013–
2014
Brasil Goiás
Brasil Flamengo
Brasil Santos
Brasil Flamengo
Brasil Portuguesa
Brasil Botafogo
Brasil Guarani
Coreia do Sul Ulsan Hyundai
Brasil Fortaleza
México Chiapas
Brasil Sport Recife
Brasil Fortaleza
Kuwait Al-Qadissiyah
Brasil Fortaleza
Brasil Atlético Mineiro
Brasil Ceará
Brasil CRB
Brasil Bragantino
Brasil Paysandu
Brasil Caldense
Brasil Gurupi
Brasil Catanduvense
Brasil Santa Helena
Brasil Gurupi
Brasil Flamengo-PI
Brasil Gurupi
Brasil Luziânia

0090 000(20)

0027 0000(3)










0022 0000(2)











0002 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 9 de fevereiro de 2014.

Lucenilde Pereira da Silva, mais conhecido como Lúcio ou Lúcio Bala (Alvorada, 14 de janeiro de 1975), é um futebolista brasileiro, atacante que jogou no Goiás, Flamengo, Santos, Sport, Fortaleza, Atlético-MG e Ceará. Atualmente, joga pelo Gurupi.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Lúcio apareceu no futebol brasileiro durante o Campeonato Brasileiro de 96, quando foi uma peça fundamental para a brilhante campanha do Goiás, que acabou terminando a competição em 4º lugar.

O Flamengo logo apostou no potencial do jogador e trouxe Lúcio para o clube em 1997. Contudo, o rendimento de Lúcio no Flamengo não correspondeu ao do grande atacante do Brasileirão de 96. A passagem de Lúcio pelo Flamengo o tornou protagonista de um episódio da série de documentários Futebol. O jogador não se transformou no artilheiro que a diretoria esperava e passou a ser constantemente vaiado pela torcida. O resultado foi o empréstimo do jogador para o Santos.

No início de 2000, Lúcio voltou a atuar pelo Flamengo, entretanto, seis meses mais tarde, o jogador era definitivamente dispensado para a Portuguesa.

Nos anos que se seguiram, Lúcio continuou não conseguindo se firmar em nenhum clube, sendo decisivo no rebaixamento do Botafogo em 2002 e chegando inclusive a atuar por equipes da Coreia do Sul e do Kuwait. Parecia ser o fim de uma carreira, que um dia já havia sido promissora.

Então, atuando pelo Fortaleza, o jogador voltou a ter boas atuações no Campeonato Brasileiro de 2006 e, apesar do rebaixamento de seu clube, foi muito elogiado pela imprensa.

Na temporada seguinte, já com 32 anos de idade, acertou sua transferência para o Atlético-MG.

No segundo semestre de 2010, o jogador fecha contrato com o Paysandu, para a disputa da série C.

No começo de 2011, Lúcio Bala fechou com a Caldense, não obtendo muito sucesso foi demitido e esteve no Gurupi para a disputa do Campeonato Tocantinense de 2011. em 2012, esteve no Catanduvense e estará no Santa Helena. Retornou para a reta final do Tocantinense e foi Campeão pelo Gurupi mais uma vez.

Em 2013, assinou contrato com mais um Flamengo em sua vida. Só que desta vez, da Raposa Rubro Negra do Piauí, para a disputa do Campeonato Piauiense e da Copa do Brasil, onde estará frente a frente com o Santos, clube por onde passou no final da década de 1990, e é a grande esperança da raposa para fazer frente ao poderoso Santos de Neymar. Após o final do campeonato piauense se transferiu para o Gurupi para disputar a fase final do Tocantinense 2013 e série D 2013, conquistando o vice campeonato estadual.

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

Em 2013, após o jogo contra o Santos pela 1ª fase da Copa do Brasil, em entrevista á ESPN Brasil, Lúcio Bala deu uma declaração polêmica, afirmando que o atacante Neymar chamou os jogadores do Flamengo-PI de "Paraíbas", o que causou repúdio por parte de algumas cidades locais ao jogador santista.[1] Em comunicado divulgado no seu site oficial, Neymar negou as acusações.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Goiás
Flamengo
Santos
Fortaleza
Atlético-MG
Paysandu
Gurupi
Flamengo-PI

Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.