Lúcio Valério Messala Apolinário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lúcio Valério Messala Apolinário
Nacionalidade Império Romano
Ocupação Senador
Título

Lúcio Valério Messala Apolinário (em latim: Lucius Valerius Messalla Apollinaris; fl. século III) foi um senador romano nomeado cônsul em 214.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Messala Apolinário, um membro do século III do gens Valéria, foi possivelmente o filho de Lúcio Valério Messala Trásia Prisco. Ele aparentemente não sofreu qualquer reverberação após a purga por ordens do imperador Caracala (r. 211–217) em 212 que condenou seu pai, e na verdade foi nomeado cônsul anterior em 214, ao lado de Caio Otávio Ápio Suetrio Sabino.[1] Acredita-se que este Messala Apolinário foi o Valério Messala que foi procônsul da Ásia em algum momento entre 236 e 238. Se sim, deve ter havido alguma circunstância política que resultou em um hiato tão longo entre seu consulado e o governo proconsular.[2] É especulado que Messala Apolinário foi casado com Cláudia Acília Prisciliana, a filha de Tibério Cláudio Cleóbulo, e eles podem ter tido um filho, Lúcio Valério Cláudio Acílio Prisciliano Máximo, que foi cônsul duas vezes.[3]

Referências

  1. Mennen 2011, p. 125
  2. Mennen 2011, p. 123-124
  3. Settipani 2000, p. 227-228

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Mennen, Inge. Power and Status in the Roman Empire, AD 193-284. [S.l.: s.n.], 2011. ISBN 9789004203594.
  • Settipani, Christian. Continuité gentilice et continuité sénatoriale dans les familles sénatoriales romaines à l'époque impériale. [S.l.: s.n.], 2000.