L'Heptaméron

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

L'Heptamerón (em português, Heptamerão ou Heptameron) é uma coleção de 72 novelas breves escritas em francês pela rainha Margarida de Angoulême1 , consorte de Henrique II de Navarra, e publicada de forma póstuma em 1558. Recebe seu nome do grego, que quer dizer sete dias, estando o oitavo incompleto. Segue, pelo menos em parte, o modelo do Decamerão de Boccaccio. O quadro narrativo em que se inscrevem as histórias é o de alguns nobres que estão descansando em Cauterets, nos Pirineus, e que contam histórias para se entreterem uns aos outros enquanto estão isolados por tempestades. A temática da obra oscila entre o romance amoroso, as infidelidades, a lascívia, etc. Margarita toma suas histórias de diversas fontes, dos fabliaux, de Boccaccio, da fontes clássicas, da literatura oral, da literatura medieval, de histórias de sua época, etc2 .

Referências

  1. Fac-símile em francês no site da Biblioteca Nacional da França
  2. Miró i Vinaixa, Mònica, ¿De dónde bebió la reina? Tradiciones y fuentes del Heptaméron de Margarita de Navarra, Príncipe de Viana, ISSN 0032-8472, número 59, nº 214, ano 1998, páginas 535-548.


Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.